Seu Cargo Gera Despesas Ou Receitas?

Meu pai era engenheiro responsável por uma fábrica de 500 funcionários em Sorocaba.

Só que ele não aguentava mais as pessoas da Administração Geral, de São Paulo, que vinham constantemente exigir redução de custos aqui, redução de custos ali.

“Filho, o segredo é trabalhar no escritório central. É lá que fica o poder, não é mais na fábrica como antigamente.”

Mesma lição que todos os gerentes de bancos também perceberam.

Foi por isto que desisti de ser Engenheiro e fui para Harvard Business School aprender Administração Geral e ficar na “Central”.

Anos depois fiz uma parceria de pesquisa com a Revista Exame, onde criei centenas de Benchmarks das empresas brasileiras, e eles publicavam em troca as Listas de Melhores e Maiores. Oito meses de intensos trabalhos, e a primeira edição foi um sucesso.

A Edição Melhores e Maiores sustentou por 8 anos o prejuízo inicial da Revista Exame, garantindo os salários dos então jornalistas e a Revista em si.

A primeira edição foi obviamente comemorada.

Todos foram convidados para a sala do Roberto Civita, onde notei duas caixas de Champagne.

Obviamente seriam dadas para mim e minha equipe, que tivemos a ideia da edição, e camelamos nada menos do que 8 meses a fio.

Quero agora premiar a equipe, sem a qual, não teríamos este maravilhoso resultado” disse RC.

Eu instintivamente já ia dar um passo a frente, mas sendo novo fiquei quieto.

Quero premiar Orlando Marques, e a sua fabulosa equipe de vendas, que batalharam por duas semanas …..”

Meu pai pelo jeito só percebeu metade da história.

De fato, nunca trabalhe na fábrica, que hoje se chama “Centro de Custo”, que são os departamentos que só geram despesas.

O segredo é trabalhar num Centro de Receitas, que são vistos como os salvadores da pátria em muitas empresas.

Falarei sobre isto mais tarde.

 

* content missing

(Lido por 49 pessoas até agora)

UA-1184690-14