A Quem Interessa Este Tripé Econômico

 

Escrevi na semana passada “Entenda o Que é Este Tripé Econômico”, que todos os nossos jornalistas da imprensa tucana dão enorme importância.

Ofereci 1000 satochis para o primeiro que adivinhasse a agenda oculta daqueles que defendem o tripé econômico.

Continuo com os meus satochis, ninguém ainda adivinhou.

Vou ajudar nesta letargia pensante que se apoderou do Brasil, depois que este capitalismo de estado passou a tomar todas as decisões por nós.

1. A quem interessa um Tripé Econômico onde o Banco Central é independente, os juros e o câmbio são flutuantes, e o governo se compromete a manter a inflação dentro das metas de inflação?

2. A quem interessaria um tripé diferente, por exemplo, um Tripé Industrial onde o Ministério da Indústria seria independente, haveriam Metas de Juros onde o governo manteria os juros dentro de certos parâmetros? Acertou, seria o Setor Industrial.

3. A quem interessaria um Tripé Agrícola, onde o Ministério da Agricultura seria totalmente independente do governo eleito pelo povo e poderia fazer o que bem entendesse?  No Tripé Agrícola haveriam Metas de Fertilizantes, onde o preço de fertilizar teria um máximo e um mínimo, como nas metas de inflação. Se você pensou no Setor Agrícola, adivinhou.

4. A quem interessaria um Tripé Exportador onde se teria um Ministério da Exportação Independente, que daria automaticamente linhas de redesconto, e haveriam metas de câmbio, onde o câmbio seria relativamente previsível? Se você achou que seria o Setor Exportador, acertou.

Já devem ter percebido como todos vocês foram enganados por jornalistas econômicos, economistas em geral, em acreditar que era o Brasil que precisava de um Tripé Econômico, e não o setor que eles defendem com unhas e dentes.

Como os brasileiros que fizeram Faculdade de Engenharia, Medicina, Arquitetura foram enganados, ou nunca suspeitaram da agenda oculta de quem domina a nossa imprensa.

Vou adiantar que não são os bancos que querem um Tripé Econômico.

Não é o setor bancário, vocês estão mais uma vez tomando decisões sem pensar, usando ideologia ou preconceitos.

No máximo concordaria que os departamentos de tesouraria dos bancos defendem este tripé, (mais uma dica), mas o departamento de crédito, de recebimento, de câmbio, de renda fixa e variável, preferem juros, câmbio e inflação mais ou menos constante.

Darei 100.000 satochis para os primeiros cinco que acertarem.

Sou contra qualquer tripé. O capitalismo de estado que é capitalismo, e que pelo jeito todos nós queremos, não pode favorecer um agente econômico em particular em detrimento dos demais.

A resposta é tão fácil, minha gente, basta pensar e pesquisar.

 

(Lido por 160 pessoas até agora)

UA-1184690-14