Os Verdadeiros Donos do Poder

 

O filme Barry Lyndon, maravilhosa produção de Stanley Kubrick, retrata a alta burguesia inglesa do século 19.

Gente linda, fútil, dolce far niente, a quem os marxistas atribuem todos os problemas do mundo, da incompetência e má distribuição da renda.

Mas no final do filme, depois de muitas tragédias, aparece esta cena que achei deprimente mas muito reveladora.

Mostra quem estava por trás desta “alta burguesia”, quem mandava na pobre coitada da condessa.

Barry lindon

Lá estavam o contador, o caseiro, o administrador do caixa, entregando cheques que a condessa assinava, sem ter a menor ideia do que de fato estava fazendo.

Aí, me deu o estalo.

Talvez quem fosse de fato a classe dominante na época, fosse o segundo escalão, os contadores, os administradores de propriedades, os caixas, os puxa sacos e assim por diante.

Eram eles que contratavam os primos, os sobrinhos, os filhos, recebiam comissões sobre todas as compras, superfaturavam e assim por diante.

Ao contrário do que achava Marx, 40% ou mais da “mais valia” ficava com este o segundo escalão. Distribuíam a renda dos ricos para si.

40% lembra a carga tributária brasileira, 40% lembra o lucro que fica com os intermediários financeiros, os hedge funds, os asset managers com sua fórmula 2/20% como taxa de performance.

Agora vejam esta foto, e digam se vocês veem alguma semelhança.

Ulisess constituicao

É um momento histórico a assinatura da Constituição Brasileira, obra do ego de Ulysses Guimarães, que queria aparecer como o salvador da pátria, isto é conhecido.

Mas, quem são todas estas “personalidades” em volta? Quem chamou-os para subir ao palco? Nem deputados e senadores constituintes são. Alguém sabe quais artigos da Constituição eles escreveram?

Quem está entregando o cheque para Ulysses assinar? Ele não queria aparecer sozinho na foto, cadê o Serra e o Luciano Coutinho que escreveram boa parte dos artigos sobre economia?

Por que queriam dividir com o Ulysses a glória do momento, apesar de terem feito muito pouco em prol da Constituição?

Lá, pessoal, estão os verdadeiros donos do poder, o segundo escalão, aqueles que davam documentos para a “alta burguesia” assinar, que despachavam, que sabiam os meandros do poder, sem os quais Brasília não funcionaria.

Eu vejo muita similaridade entre as duas situações. Vocês estão com a palavra.  

(Lido por 68 pessoas até agora)

UA-1184690-14