Precisamos de Um Teste de Turing Para Professores

 

Tempo de leitura: 1 minuto

Professores precisam ser professores e não cabos eleitorais de um Partido, o que aliás é um crime eleitoral.

Melhor que uma legislação que controle o professor, como quer a Escola Sem Partido, ou essa libertinagem como quer o Escola Sem Mordaça, basta a sociedade fazer um teste de Turing para cada professor.

O teste seria realizado pelos alunos, pelos pais dos alunos, ou pelo conselho de contribuintes.

Cada professor atual seria sabatinado sobre vários assuntos.

O objetivo é determinar se cada professor é honesto intelectualmente, capaz de discursar isentamente sobre vários assuntos.

No final, todos os alunos, pais e contribuintes teriam que adivinhar a ideologia política do professor.

Se a maioria não conseguir adivinhar, o professor continua no posto por mais um ano.

Mas se der um resultado como, por exemplo, 80% de esquerda (ou 80% de direita), 10% liberal, 5% Comunitário, dentro dos limites de significância de um t de Student, o professor seria despedido.

Todo professor não imparcial seria sumariamente despedido, qualquer que fosse a ideologia dominante, esquerda ou direita, que isto fique bem claro.

Como no verdadeiro teste de Turing, descobriríamos se o “professor” é de fato um ser humano ou simplesmente um robô.

Um teleguiado de um Partido ou uma ideologia a serviço de si próprio, endoutrinando futuros eleitores.

 

(Lido por 191 pessoas até agora)

UA-1184690-14