E se a Renda Fosse “Perfeitamente” Distribuída?

 

Hoje a grande bandeira perseguida por mais de 200.000 economistas, desde Krugman até Piketty, desde Celso Furtado até Suplicy, é o sonho da “renda bem distribuída”.

Hoje, de fato, a renda não é distribuída.

Hoje a renda é ganha com suor e lágrimas.

Quando a esquerda quer a “distribuição” da renda ela na realidade quer sua “redistribuição”, via uso da violência e o uso de impostos.

Hoje, de fato, os melhores médicos recebem fortunas, tipo R$ 2.200,00 por consulta, e os piores médicos recebem somente R$ 22,00 pelo SUS, diga-se de passagem.

O mesmo ocorre com os melhores arquitetos, advogados, cozinheiros, economistas, engenheiros, e assim por diante.

O que esses 200.000 justiceiros não contam é que normalmente os melhores advogados consultam os melhores arquitetos, engenheiros, médicos, e vice-versa.

Os segundos melhores advogados consultam os segundos melhores médicos, e assim por diante.

Para quem é de Direita um mundo injusto seria aquele que não fosse assim.

Onde, por exemplo, o pior Presidente da República do Brasil tivesse de graça o melhor médico desse país.

Agora vem a parte que os nossos intelectuais escondem.

Embora cada um dos “melhores” está cobrando uma fortuna do outro, na realidade eles simplesmente estão trocando uma hora de trabalho entre si, o valor elevado não importa.

O advogado que cobra R$ 22,00 a hora e que será atendido pelo médico que cobra R$ 22,00, no fundo também está trocando uma hora de trabalho entre si.

A renda já é perfeitamente bem distribuída nesse sentido, cada um de nós está trocando nossas horas de trabalho.

A mentira é insinuar que depois de redistribuída, os pobres terão oportunidade de ter os melhores médicos. Não é isso que irá ocorrer.

Piketty não terá os melhores médicos, advogados e arquitetos que imagina.

Os melhores médicos vão continuar atendendo os melhores arquitetos e advogados, cada um cobrando R$ 2.200,00 a consulta e vice-versa.

Eles continuarão fazendo o que sempre fizeram, permutar suas horas de trabalho.

Acho incrível que 200.000 intelectuais não consigam extrapolar as consequências de seus sonhos.

 

(Lido por 867 pessoas até agora)

3 Comments on E se a Renda Fosse “Perfeitamente” Distribuída?

  1. Professor, extremamente preconceituoso e inacurado seu comentário. Saiba que excelentes médicos recebem tanto as consultas de R$22,00 quanto as de R$ 2.000,00.
    E temos inúmeros pilantras, como o Dr. Bumbum, recebendo muito bem para mutilar e matar pacientes descuidados com a seleção de seu médico.

  2. Perfeito, Professor!!!
    Estou cansado dos intelectuais esquerda caviar receitarem a solução para tudo e não enxergarem a realidade prática.
    Se todo dinheiro do mundo fosse igualmente distribuído, independente de formação, educação, posição social etc, em apenas uma semana, já haveria ricos e pobres, pois apenas com uma condição, já haveria diferenças.
    Essa condição se chama preguiça / zona de conforto.
    Muitos intelectuais vivem nela e analisam o mundo de maneira totalmente errada.
    Muito poucos fazem o que o Sr. fez, atuando sempre, agindo, criando projetos importantes de inclusão social e não apenas escrevendo livros.

  3. Piketty e os justiceiros sociais tratam de distribuir a renda dos outros. Eles seguirão bem pagos com seus 2.200/hora. Se deixar, irão a 4.400, em nome de suas pseudo boas intenções.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14