O Problema do Brasil é Muito Simples

 

Tempo de leitura: 2 minutos

Nem a Direita nem a Esquerda do Brasil prestam. Este é o nosso grande problema.

Esta briga entre Direita e Esquerda não levará a nada.

O que precisamos é ir para frente, e vou explicar como.

Ambos, esquerdistas e direitistas, não conseguem implantar seu ideário de tão incompetentes que são.

Nenhuma boa ideia consegue ser implantada pela Direita, muito menos pela Esquerda com resultados positivos.

A Esquerda não consegue implantar seus projetos sociais com eficiência, vide o Bolsa Família com milhões de recipientes fajutos.

Cinquenta anos de governos esquerdistas deixaram o Brasil com uma dívida de 14 trilhões, e um corpo administrativo governamental de quinta categoria.

Algum esquerdista gostaria de contestar este fato?

A nossa Direita é ainda mais incompetente.

De cada cinco empresas criadas, quatro quebram nos primeiros quatro anos.

Das 500 maiores empresas que listei em 1974, menos que 100 sobraram.

Das 400 empresas em Bolsa, metade não existe mais.

E as que sobreviveram na maioria são estatais monopolistas ou empresas familiares sugando o BNDES, sugando acionistas “minoritários” sem direito a voto, entregando a administração das empresas a filhos e netos como o Magazine Luiza, Odebrecht, Gerdau, para não perderem “poder de mando”.

A maioria das empresas brasileiras são ainda pequenas em termos internacionais, “aparelhadas” por filhos e genros sem talento e simplesmente administrando a fortuna do pai.

Vide a briga de hoje dos filhos do Saraiva botando administradores para fora da empresa, que querem levar a empresa para frente e não para a Direita conservadora.

Por isso nem a Esquerda nem a Direita merecem o respeito do jovem brasileiro.

Por isso a Esquerda despreza a Direita, e com razão.

Por isso os liberais e os neoliberais desprezam a Esquerda pela mesma razão, pela total incompetência administrativa.

Uma Esquerda competente não me preocuparia.

Teríamos educação eficiente, saúde eficiente, estatais eficientes, auditoria e impostos baixos.

Uma Direita socialmente responsável também não assustaria uma Esquerda esclarecida, mas no Brasil nossa Esquerda não é esclarecida.

Nossa Esquerda é esquerdopata, dominada por jovens cujos cérebros foram formados pelos nossos professores de Esquerda alienados da realidade, na sua maioria.

Virando para a Esquerda ou para a Direita continuaremos a ser um país improdutivo, desorganizado, administrado por economistas de Esquerda ou então por economistas liberais a la Mises e Hayek.

Ou seja, continuaremos a ser mal administrados e andando de lado.

Sigam Administração Responsável das Nações.

Ir para um dos dois lados, minha gente, é na realidade ir para trás.

 

(Lido por 1447 pessoas até agora)

8 Comments on O Problema do Brasil é Muito Simples

  1. O que falta no Brasil é vergonha na cara! Oh povinho desonesto! Porisso não funciona nada! Agora , as vésperas das eleições querem “ fazer” mais municípios só para barganhar cargos! Affff num guento mais ser brasileira!!!!😤😤🤮🤮🤮

  2. pois é, mesmo com o Bob field, com poderes hegemônicos pra fazer o que quisesse, não deu muito certo, né?
    Ficar de quatro pra países estrangeiros, fica realmente difícil…

  3. E antes de Vargas, éramos um exemplo de economia forte e de país desenvolvido?
    Então pra vc, o período militar, economicamente era uma Cuba sem embargo?

  4. A ideia original, a incompetência da esquerda e da direita era boa mas o Kanitz acabou mostrando-se, ironia… Mais incompetente para defender a sua ideia ! O Brasil não teve 50 anos de direita no poder. Além do centrista PSDB, tivemos Collor e governos militares com ministros assumidamente de direita ( Ex : Roberto Campos ). A segunda afirmação, sobre o empresariado. Ser empresário é por si só atestado de ideologia ? Empresário comunista talvez não haja, mas de esquerda e sem ideologia existem.

  5. A única parte sensata desse senhor é quando fala (bem) do Ciro e esses patetas leitores ficam criticando. Tenham a santa paciência.

  6. Bravata. Não precisamos de esquerda nem de direita, somente do grande gênio ‘Kanitz”. O Brasil perde cada vez que um ministro da Fazenda é nomeado e o nome dele não é o escolhido. Precisamos rever isso urgentemente.

  7. Perfeito, faço minhas as suas palavras, aliás, o “esporte” predileto do senhor Kanitz há algum tempo é colocar todos no mesmo saco, inventar uma direita e ao final elogiar Ciro Gomes! E desde quando esse empresariado mamador é de direita, liberal e/ou conservador? e desde quando as ideias de esquerda dominantes na mídia e na academia se confrontaram em alternância com o pensamento liberal no Brasil? mas o pior foi dizer que já fomos administrados por economistas liberais a la Mises e Hayek! Hahaha! desculpe-me, mas o senhor Kanitz anda bebendo com o Ciro Gomes antes de escrever esse amontoado de asneiras!

  8. Gostaria de saber de qual direita você fala. Tenho idade e algum conhecimento para dizer que desconheço; ideias, projetos ou propostas consideradas conservadoras ou liberais, especialmente no campo econômico/financeiro e que estejam firmemente alicerçadas neste país. Alias, nunca estiveram. Agora, as propostas socialistas sempre estiveram em voga, especialmente a partir dos anos 30. A nossa constituição por exemplo, é marxista por natureza.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14