Como Falar em Público

Todo Palestrante fica nervoso. Todo ator treme nas bases quando entra no palco, pelo menos nos primeiros minutos.

O fato de que você é tímido não significa que você não dá para falar em público. Por incrível que pareça, não tem nada a ver. Você é provavelmente tímido como o Grupo Tipo 1.

Num Grupo Tipo 1, você tem que cavar espaço para falar. Você é rapidamente interrompido por um amigo que quer te cortar e tomar o controle da conversa.

Numa palestra de 1.000 pessoas, todos estão lá para te ouvir e ninguém vai te interromper, o palco é todo seu. Uma bela diferença!

Tem muita gente tímida que fica quieta em grupos de amigos, mas se sai bem em grupos de 1.000 pessoas, eu por exemplo. Prefiro ouvir do que ficar matutando quando vou tomar a conversa de quem está falando. Se alguém me fizer uma pergunta, tenho o máximo prazer em responder. Mas normalmente ninguém me faz perguntas. Ainda bem.

Falar para 1.000 pessoas depende de técnica, treino e persistência. Ser tímido não é problema. Dar palestras pode ser até a solução

Por isto, os americanos começam sempre com uma piada. O objetivo da piada não é para descontrair a plateia. É para acalmar o palestrante.

Uma outra forma para se acalmar antes da palestra é passear pela plateia e começar a cumprimentar as pessoas convidadas. “Eu vou ser o próximo palestrante, como vai?”

Isto vai acalmar você, e permitirá conhecer melhor a sua plateia.

O “brifieng” que normalmente os organizadores lhe dão nunca corresponde à realidade. E aí você leva um susto com a plateia, e provavelmente a palestra que você preparou estará fora de compasso.

Quantas vezes me surpreendo ao ver que 50% da plateia é feminina, porque no interior palestras para empresários normalmente incluem esposa, filhos e filhas. Como fora brifado que seria um Congresso de Empresários, eu imaginei que a maioria seria homem.

Uma das minhas perguntas favoritas é “O que está tirando o seu sono ultimamente?”. O que permite saber as grandes preocupações daquela cidade ou setor. Já que vou ter que improvisar, pelo menos que seja sobre temas que interessem a plateia.

A plateia percebe neste gesto a sua preocupação em agradar, e normalmente já batem palmas quando anunciam o seu nome.

E por falar nisto, o que está tirando o seu sono ultimamente? Comente.

A sua palestra não começa com você assumindo o palco.

Começa quando o organizador anuncia que “agora teremos um palestrante que já foi isto, e aquilo, e escreveu tantos livros e foi ministro e …………………………………………………………………….   assim por diante”.

Quanto maior o currículo, mais chato fica e mais demorada fica a sua subida no pódio, e menor serão as palmas.

O melhor é você mesmo se apresentar.

A segunda solução é manter o seu currículo o mais curto possível.

Meu sonho é ser apresentado: “E agora KANITZ, himself”.

Você que já foi plateia inúmeras vezes, o que mais lhe irrita na fase de apresentação de um palestrante.

Se os palestrantes anteriores foram chatos, o que muitas vezes acontece e se o apresentador ler um currículo seu super extenso,

Muitos palestrantes nervosos começam falando rápido.

Acham que quanto mais falarem no início, mais conteúdo passam para a plateia e mais rápido a plateia ficará encantada com a palestra.

Ledo engano.

Você precisa começar a palestra devagar, falando calmamente.

Você pode sim terminar a palestra com um resumo rápido, emocionante, resumindo todas as coisas boas que você falou.

Mas comece devagar, mostrando porque você está lá.

O que você irá ensinar naqueles 40 minutos, como a plateia sairá diferente e o que eles irão ficar sabendo. D-e-v-a-g-a-r-z-i-n-h-o.

Quando se tem 30 anos, e você vê o Prefeito, o seu tio, um famoso administrador na plateia, você logo imagina que estará falando com pessoas mais inteligentes do que você.

Engano.

995 pessoas dos 1000 convidados são menos inteligentes do que você, pelo menos no assunto que você pretende dialogar.

Como dizia Will Rogers, “Todo mundo é ignorante, só que em assuntos diferentes”.

Por isto, repita os seus pontos mais importantes duas a três vezes.

Da primeira vez, somente 30% da plateia entenderá, o que inclui o Prefeito, seu tio e o famoso administrador. O resto ainda ficará boiando.

Repita novamente, e 60% vai entender se você tomar o cuidado de repetir usando um ângulo diferente.

Explique por uma terceira vez, e 90% vai entender, e você vai conquistar a plateia.

Infelizmente, 10% vai ter que assistir sua palestra uma próxima vez.

O que você lembra da última palestra de 50 minutos que assistiu?

Se os palestrantes anteriores foram chatos, o que muitas vezes acontece e se o apresentador ler um currículo seu super extenso, a maioria da plateia do fundão estará conversando entre si ou dormindo.

Sua primeira tarefa será fazê-los parar de conversar.

Isto deveria ter sido tarefa do apresentador, mas a maioria não sabe que isto é importante para uma palestra ser bem sucedida. E, deixam para você a tarefa de reduzir o barulho.

A maioria dos palestrantes acha que começando a falar, o pessoal do fundão irá parar de conversar e os dorminhocos irão acordar.

Lego engano, isto demora de 5 a 10 minutos.

O que faz todo mundo ficar quieto IMEDIATAMENTE é o seu silêncio.

Dorminhocos só acordam quando tudo fica silencioso.

O meu segredo é dizer “Senhoras e Senhores …………………………………………………….(15 segundos).”

O silêncio tem um enorme poder. Vai reduzir em uns 5 decibéis o barulho da plateia.

Sei isto não funcionar, continue. “Clientes e Fornecedores ……………………………………………..(20 segundos).”

Novo silêncio assustador.

“Amigos e Amigas……………………..”

(Lido por 24 pessoas até agora)

UA-1184690-14