Vírus Perdendo Potência II

A hipótese que noticiei no post anterior, se repete em outros países.

Descobri que já existem mais de 10.000 mutações do Covid, como na gripe.

E como na gripe, as mutações que acabam dominando são as menos letais.

Presidente da AstraZeneca afirmou para um grupo fechado que o Covid será conhecido como uma gripe, que se extinguirá em 2020.

Fim!

Não haverá segunda onda, nem ressurgimento em 2021, 22 e 23.

Ou seja, as 100 vacinas nem poderão ser testadas.

O Covid entrará na história, se isso tudo de fato se confirmar, como o maior golpe político e autoritário da história do mundo.

Grupos de intelectuais, que consideram todos nós inferiores e burros, geraram pânico, autoritarismo, truculência, descaso com os mais pobres e os invisíveis.

Espero que todos peçam desculpas, e paguem para o Imposto de Renda os danos que causaram.

(Lido por 4616 pessoas até agora)

12 Comments on Vírus Perdendo Potência II

  1. COVID – 19 não passou de uma tentativa desesperada de sabotar as duas maiores democracias (de direita, é dispensável dizer) do mundo ocidental, a saber EUA e Brasil.

  2. De fato, sera o maior golpe politico e autoritário da historia da humanidade! A proliferação da ideologia do medo associada a ignorância levam esses politicos ao pior de sua especie.
    Estamos vivendo uma quebra de paradigmas sem precedentes.

  3. Prezado Kanitz, é um dos poucas mentes lúcidas no Brasil. Certo: o Nobel Michael Lewitt também vê o fim próximo e outro importante cientista sugere que uma multidão
    não seria sequer infectável pelo vírus portanto imunidade de rebanho protetora a 70% seria invenção para o caso. O crime perpetrado não é apenas econômico e gerador de concentração de renda, é um genocídio. Vários países (Índia, Senegal, Turquia, Costa Rica) além de núcleos isolados de médicos no Brasil e em sistemas de saúde privados (Prevent Senior) demonstraram cabalmente que a covid-19 é facilmente tratada desde que haja intervenção na fase gripal: do início dos sintomas até o dia 5-6. A medicação é barata e existem pelo menos dois agentes efetivos: a hidroxicloroquina e a novidade espetacular, a ivermectina. Governadores ignoram o fato e o governo federal fez uma tímida e tardia defesa da hidroxicloroquina. Sobre a ivermectina sugiro assistir vídeos da Dra. Lucy Kerr. Sou médico, CRM 13.290

  4. Prezado Kanitz, é um dos poucas mentes lúcidas no Brasil. Certo: o Nobel Michael Lewitt também vê o fim próximo e outro importante cientista sugere que uma multidão
    não seria sequer infectável pelo vírus portanto imunidade de rebanho protetora a 70% seria invenção para o caso. O crime perpetrado não é apenas econômico e gerador de concentração de renda, é um genocídio. Vários países (Índia, Senegal, Turquia, Costa Rica) além de núcleos isolados de médicos no Brasil e em sistemas de saúde privados (Prevent Senior) demonstraram cabalmente que a covid-19 é facilmente tratada desde que haja intervenção na fase gripal: do início dos sintomas até o dia 5-6. A medicação é barata e existem pelo menos dois agentes efetivos: a hidroxicloroquina e a novidade espetacular, a ivermectina. Governadores ignoram o fato e o governo federal fez uma tímida e tardia defesa da hidroxicloroquina. Sobre a ivermectina sugiro assistir vídeos da Dra. Lucy Kerr. Sou médico, CRM 13.290

  5. Prof: SC, baixíssima letalidade: nem 200 óbitos até dia 17 de junho. Mais de 6 milhoes de hab.
    Como? Um exemplo de lá:Blumenau, 370mil hab. Prefeitura local adquiriu 15 mil testes rápidos com custo 1milhao e100 mil reais. Apenas 6 óbitos e 12 internaçoes.
    Em SP: Dória prometeu que a partir de 19 de maio, 8mim testes rápidos. Onde estão sendo aplicados? Se estão!.
    Doria fez politicagem, o gov de SC, Moisés agiu.
    Simples. Em SC, até caixas de supermercados foram testadas; todos motoristas e cobradores do transporte oúblico.
    Basta querer.
    A mídia, nao cobra os testes e nem cita SC como modelo.
    Mais importante para a mídia, retirar o presidente.

  6. Concordo 1000% com esse artigo!
    Hoje existe um grupo de pessoas APAVORADAS e ficam revoltadas por você não estar tão apavorado quanto eles!
    Uso mascaras em recintos fechados mas encontro pessoas correndo nas pistas do Parque do Flamengo com mascaras.
    No hortifrúti semana passada um apavorado veio me aconselhar a usar luvas assim como ele? Minha resposta padrão é fiquem em casa e ligue pro psicólogo!

  7. Será a mutação do vírus ou outros fatores? Acho que deve-se levar em conta que – no caso do Brasil – cidades e estados criaram alguma estrutura tanto para curar pacientes quanto para evitar que o vírus chegue a pessoas que apresentam maior risco de morte, com a ajuda da sociedade. Também mais informações obtidas por médicos podem ter ajudado a reduzir a mortalidade.
    Aqui, a porcentagem de mortalidade parecia alta também pelo fato da enorme falta de testes, ou seja, muitos dos indivíduos só iam ao médico em caso de gravidade e tal comportamento da população pode ter mudado com informações e o ‘medo’ ao ver números, e pior, no início muitos nem mesmo eram testados e mandados para casa podendo estar com covid e não entrando para as estatísticas, assim, a porcentagem de mortos era contabilizada foi somente sobre aqueles identificados com a doença (até por apresentarem sintomas claros e graves).
    Também, nada impede de ser a mutação e também o combate a doença que estão tratando juntos de diminuir a porcentagem de mortos.
    Países pegos de surpresa e que trataram o vírus como ‘coisinha’, tiveram muitos mortos em porcentagem de contaminados e alguns em porcentagem da população.
    Por fim, não é por terem ignorado um estudo sobre a mutação (que talvez esteja certo), que tudo isso seria um ‘golpe’ ou caso de oportunismo, ainda tem muita gente morrendo para apostar vidas numa teoria. Ter estrutura e ser rápido em isolar os pacientes graves (que podem estar com o vírus na ‘versão’ mais agressiva) e quem este contaminou, talvez ajudaria evitar que esta forma agressiva se espalhasse, dando tempo para as outras mutações mais leves imunizarem ao menos parte da população.

  8. eu diria que depois de preferir Pilatos a Jesus Cristo o pânico gerado intencionalmente pelas esquerdas , e apoiadas pelo Partid
    o Comunista Chinês, foi o maior erro da espécie humana. Eu acrescentaria : erro intencional.

  9. O Prof Kanitz geralmente enxerga os eventos futuros como poucos, com um profundo poder de análise e sempre nos apresentando conclusões que acabam por se mostrar corretas e surpreendentes.

  10. “ se isso tudo de fato se confirmar “ Aí está o adendo que lhe respalda se for ao contrário desse texto na contra mão do planeta. O cemitério não mente!

  11. O COVID perdeu convicção e engajamento, rssss. Força, vocês conseguem. Boa, professor, um dos maiores golpes já aplicados.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14