O Fenômeno Brasil Paralelo

Começou com três rapazes em Porto Alegre, agora são 140 funcionários em São Paulo.

Me entusiasmei com a plataforma desde o início, e hoje me arrependo de não ter ido a Porto Alegre conhecê-los na época.

Poucos se dão conta que a TV aberta e a TV a cabo estão com seus dias contados.

Hoje tudo é streaming, como a Netflix e o YouTube.

No início a Brasil Paralelo fazia documentários sobre a história brasileira, com uma visão diferente daquela ensinada nas universidades brasileiras.

Isto irritou o discurso hegemônico dos intelectuais, que divulgam uma série de mentiras sobre a BP, para destruir sua reputação logo de início. Não acreditem.

Nesse mês, a Brasil Paralelo deu um salto quântico, e acreditem ou não, acho que ela pretende ultrapassar a Globo, em número de assinantes.

Isso mesmo, nada menos que a Globo, ou o que restar dela.

Suas produções já foram assistidas por 20 milhões de brasileiros. Está adquirindo músculos.

Introduziu uma parte jornalística, que são entrevistas com pessoas relevantes, comentários e análises.

Continua com os seus documentários sobre todos os assuntos.

E fez um acordo com a Sony, de reprisar os clássicos do cinema, filmes que expressam valores morais, e não somente sexo e violência.

Melhor do que isso, cada filme é antecedido por um comentarista que explica o que o filme pretende fazer.

E pode adiantar que existem três histórias entrelaçadas no filme, que o filme mostra “o caminho do Herói”, e assim por diante.

Fiquem atentos ao Brasil Paralelo. Se puderem, apoiem, ela vai dar muito o que falar.

Parabéns ao Lucas, Henrique e Felipe, vocês vão longe.

Compartilhe:
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

20 Responses

  1. Concordo contigo, Professor Kanitz. Sou assinante do núcleo de formação da BP. Um conteúdo excelente e diferenciado. Parabéns aos “3 meninos” e toda equipe do BP, cujos membros são escolhidos a dedo. Percebe-se.

  2. São conteúdos mediocres.
    Acreditam que Pedro Alvares Cabral descobriu o Brasil sendo que foi a maior invasão genocida da história. Se quer existe lingua tupi em São Paulo.
    Desconsidera autoras como Carolina Maria de Jesus e as artes marciais como a copoeira como sendo simbolos reais de uma pais colonizado por branquelos mediocres.
    Brasil Paralello é o escarnio da informação, a “industria da ciencia comprada pelo capital”, a produção de uma ignorância estratégica, um paralelo mediocre a realidade de um país de terceiro mundo.

  3. Acompanho o trabalho da BP há tempos. São muito bons. Todos materiais são de alto nível. Trabalho primoroso. Muito importante em nosso país e em nosso tempo

  4. Olá Professor Kanitz,

    Sou Católico Apostólico e gostaria que alguém tivesse estofo e coragem para contar a história do CRISTIANISMO de forma verdadeira e não essa forma deturpada pela igreja Católica que desde o século II vem moldando um Cristianismo ao seus interesses particulares e mesquinhos
    Até o cisma do Oriente em 1053 igreja Católica e Cristianismo se confundia, ou seja a igreja sequestrou a história de Jesus, dispensou muitas obras importantes que poderia estar no Novo Testamento, queimou o evangelho de André e triturou o Apocalipse
    Quando, no exílio temporário em Patmos, João escreveu o Livro da Revelação, (Apocalipse), que nós temos agora em uma forma abreviada e distorcida de fragmentos que sobreviveram de uma grande revelação, da qual grandes partes se perderam e outras partes foram retiradas e apenas uma parte fragmentada e adulterada ficou preservada.

    Eu conheço a história do Cristianismo contado de forma mais abrangente e objetiva do que o Novo Testamento manipulado e editados pelos membros da igreja Católica.
    Fiz um curso de CRISTIANISMO através disponibilizado por uma universidade brasileira em parceria com a Universidade Hebraica de Jerusalém

    Jose Ribeiro
    Cuiabá-MT

  5. Conheci o Brasil Paralelo há pouco tempo, quando assisti o documentário produzido por ele, “O Brasil entre armas e livros”. É fundamental para a compreensão dos fatos. Sucesso aos empreendedores!

  6. Nao parece ser muito bom, nem me cadastrar pude. Só pode fazer login ou perda de e-mail. Tentei me cadastrar e não tinha aonde.

  7. É…
    A velhice chega para todos.
    Somente um imbecil acredita neste canal de mentirosos Brasil Paralelo.
    Ainda bem que estudo história ha anos e não caí neste engodo Olavista.
    É com pesar q vejo o meu guru da Administração, que sigo desse os anos 90, propagar esses Terra plana conspiracionistas…

  8. Conheço o trabalho deles, realmente é uma nova geração que vem contrapor a este obscurantismo, na arte, no jornalismo e na cultura que passamos por anos sendo doutrinados por mentes atrasadas e que agora esta tendo seu ponto culminante, com teorias de genero, empobrecimento da cultura e um materialismo que atinge os valores mais legitimos de uma sociedade.
    Que continuem humildes e laboriosos em sua missão.

  9. Professor, a passagem “Hoje tudo é streaming, como a Netflix e o YouTube” é uma ideia muito de bolha. Eu sou dessa galera que só assiste streaming mesmo. Mas não é “tudo”, não somos todos. Basta conversar com sua empregada, seu porteiro, suas tias, etc. O BRAZA ainda assiste muita novela. Isso é cultural e vai demorar bastante pra reduzir.

  10. Um “case” de sucesso.
    Sou assinante da BP e além do conteúdo que aprecio, chama minha atenção a qualidade da produção.
    Sempre recomendo aos meus amigos que apoiem a Brasil Paralelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

Como Lidar Com Fake News

A posição liberal e comunitária ao problema de fake news não é censura prévia, curadores da verdade, medidas de cancelamento e sequestro de receitas. Isso

Artigo Completo »

A Previdência Americana

  Todo jovem brasileiro, com menos de 45 anos, deveria acompanhar atentamente a discussão da reforma da previdência americana. Os argumentos e contra argumentos usados

Artigo Completo »