O Engodo Que Foi o PT

 

O PT nasceu como um Partido Operário, para que o trabalhador chão de fábrica, aqueles que só possuem sua força bruta de trabalho a oferecer, tivessem representatividade política.

Logo o PT foi dominado por um trabalhador esperto, que pouco trabalhou no chão de fábrica, chamado Lula.

Durou oito anos, e foi substituído por uma economista de quinta categoria, que nunca trabalhou num chão de fábrica, nem possuía força bruta muito menos intelectual.

O PT foi assim lentamente aparelhado por intelectuais, como Cristovam Buarque, Aloizio Mercadante, Luciano Coutinho, Marta Suplicy, Guido Mantega, Sergio Gabrielli, Rui Falcão, que não estavam nem aí para os problemas do trabalhador chão de fábrica.

Prova disso é que nenhum lutou para acabar com o 13º salário, em troca de aumentar os salários mensais em 8%, para que os trabalhadores recebessem no mês trabalhado e não 12 meses depois.

Na foto fica claro o engodo que o PT se tornou.

No fundo se acha Sergio Gabrielli, o economista Presidente da Petrobras, que diz nada viu na sua gestão como administrador da empresa que foi.

Na foto não aparece nenhum trabalhador, nem negro, nenhum representante das classes mais pobres.

Todos são brancos de classe média, nenhum que tenha trabalhado num chão de fábrica nem por curiosidade acadêmica.

O PT se tornou o engodo que o PSDB sempre foi.

Só que 44 milhões de brasileiros ainda estão sendo enganados por esses travestis de operários, que inclui a maioria de nossos jornalistas, a Globo, nossos professores universitários, nossos artistas.

A luta pela democracia continua, precisamos impedir que o povo continue sendo enganado por esses impostores, que continuarão a boicotar o progresso do Brasil.

 

(Lido por 1923 pessoas até agora)

6 Comments on O Engodo Que Foi o PT

  1. O PT foi um engodo pela simples razão de surgir se dizendo diferente dos outros e acabar desmascarado como um Partido repleto de ladrões.

  2. Pelo que entendi, tu diz que o PT é um “engodo” por atravancar o progresso do País.

    Mas… será que o PT não avança tão lentamente pelas dificuldades que ele tem em governar contra os interesses das elites dominantes, bem como parlamentares a serviço dessa elite?

    Será que não seriam esses os verdadeiros boicotadores do progresso e da igualdade?

  3. A questão de não ter defendido o fim do 13° não prova a nada. E mais: essa conversa de aumentar o salário pode ser engolida pelo mercado nos reajustes salarias, colocando o salário em patamares iguais quando tinha 13°, só que sem ter o 13°.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14