Crescimento do Comunitarismo

Comunitarismo é o liberalismo que se preocupa com o próximo, não somente com os interesses do indivíduo.

Comunitarismo é fortalecer o bairro, e não Brasília, a Capital e o Prefeito.

A própria sigla da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias, ABRAÇO, retrata o objetivo do comunitarismo.

O presidente da ABRAÇO, Geremias Santos, observa que as rádios têm alcance de somente 4 km, e, portanto, não deveriam ser uma ameaça às grandes organizações de comunicação desse país, muito menos jornais.

Na pandemia deram um show, com informações úteis, transmitindo cursos online.

Possuem somente 25w, são sem fins lucrativos, não podem ter anunciantes, somente apoio cultural.

Por isso a grande imprensa quer impedir o surgimento do comunitarismo, onde a ênfase é na notícia local, aquela que interessa.

Comunitarismo é contra o Brasília e menos Brasil, imprensa com objetivo lucro, do liberalismo frio e insensível aos outros, da direita despreocupada com os que ficam para trás.

O que não justifica serem acusados de rádios políticas, só por que fazem o que todo jornal, TV e Rádio deveriam fazer.

Se preocupar com os interesses da comunidade do ouvinte e não da Quarta Classe de pessoas medíocres que tomaram o país.

Apoiem todo movimento em prol do Comunitarismo, como estou fazendo agora, antes que seja tarde.

(Lido por 679 pessoas até agora)

3 Comments on Crescimento do Comunitarismo

  1. Existe uma questão técnica que envolve a transmissão dessas rádios. Infelizmente muitas delas usam equipamentos de baixa qualidade e suas transmissões acabam causando interferência em outras frequências como nas comunicações aeronáuticas, oferecendo risco para Segurança de Voo. Podem existir, desde reguladas.

  2. Os valores do comunitarismo (liberalismo com respeito à comunidade) se aproximam muitos dos valores conservadores, essa belíssima filosofia que só conheci recentemente e que nos é sonegada nas escolas e universidade em razão da hegemonia do pensamento esquerdista.
    Sugiro que se leia os livros introdutórios do Roger Scruton para perceber tal aproximação e assistir o documentário dele chamado “Why Beauty Matters”, que está no YouTube.

  3. Que essas rádios sejam e se mantenham comunitárias. Prestando serviço a população. O meu receio é que elas sejam utilizadas para propaganda “comunista”.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14