Aumento de Prazos de Pagamentos Aumenta Erroneamente a Inflação

Economistas são ensinados nas faculdades a não trazerem o valor presente dos preços a prazo, antes de incluírem nos índices de inflação.

Fui um dos primeiros economistas brasileiros a usar planilhas eletrônicas que permite usarmos 50 variáveis, em vez de uma só como câmbio, para prever a inflação brasileira.

Por acaso, descobri que 80% da inflação da época pré 94, era causada por erro de cálculo e não pela inflação em si.

A planilha está publicada como “Superestimação da Inflação”, na net, ou no meu livro Brasil Que Dá Certo, como uma ressalva.

Em vez de captarem a inflação do mês, nossos economistas acabaram de captar a inflação de junho, mais a inflação esperada de julho, agosto e setembro embutida nos preços a prazo.

Um erro monumental que fazem há mais de 70 anos, e agora eles têm medo de admitir porque muitos seriam processados por gestão temerária.

Mas como previ aqui, as empresas mais poderosas estão oferecendo prazos aumentados para 60 e 90 dias para saírem na frente desta crise.

O que aumentou não foi a inflação, como noticia esse jornal.

O que aumentou foram os preços a prazo por que embutem três meses de inflação futura e não somente um a ser medida.

Se entenderam, repassem, pois a maioria dos nossos especialistas em inflação ainda não entenderam.

E mais, a renda fixa está sendo corroída acima do que você imaginava. Juro real super negativo.

(Lido por 845 pessoas até agora)

1 Comment on Aumento de Prazos de Pagamentos Aumenta Erroneamente a Inflação

  1. Prezado Prof. Kanitz.
    Onde posso consultar os índices de expansão da moeda e do crédito mês a mês no Brasil, acima do crescimento do PIB, pois aumentos generalizados de preços ocorrem em função da inflação monetária e creditícia, fenômeno exclusivamente gerado pelo governo federal, falsário oficial!!!!

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14