Lessons From Lincoln On The Economic Crisis

 
Sou colunista do Seeking Alpha, um dos melhores sites de finanças e administração financeira, o único que me dava informações relevantes durante a crise de 2008.
Deixei de ler o Wall Street Journal e o Financial Times, que simplesmente na época geravam mais pânico ao não dar nenhuma explicação ao que estava acontecendo. “Dow Jones Despenca em Clima de Nervosismo”.
O Seeking Alpha é um site onde pessoas de mercado fazem as suas análises do que está acontecendo.
Ontem publicaram este artigo meu:

Lessons From Lincoln, Grant, Cleveland And McKinley On The Economic Crisis

Ele vale também para o Brasil, embora nunca tivéssemos um Presidente que entendesse o mínimo de como conceder crédito, algo importante na minha opinião.
Quem quiser seguir os meus artigos dirigidos para o público do exterior, é só clicar Following, que você receberá os poucos artigos que escrevo.
Normalmente critico os americanos, e é interessante ler as pauladas que eu levo. Eles não aceitam críticas, jamais.

Compartilhe:
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

One Response

  1. Professor, muito interessante o artigo…
    Concordo com o seu ponto de vista, mas também é óbvio que não podemos simplesmente ignorar as melhorias de processos que tivemos nos últimos anos, principalmente com a “revolução dos softwares”, que vieram para ajudar a decisão, tornando-a muito mais rápida, proporcionando um ganho de tempo bastante significativo aos gestores.
    Só não podemos realmente deixar os sws substituírem a decisão.
    Muitas vezes, os gestores tomam decisões com base apenas no que estão vendo nas telas dos sistemas, esquecendo-se do conhecimento prévio que eles próprios têm do assunto, sem contar que, muitas vezes, essas telas não contêm as informações relevantes das quais eles precisam.
    É sempre importante fazer as pessoas entenderem o que um sistema automatizado se propõe a fazer, pois costumo dizer que o computador é burro, inteligente é o homem que o opera e/ou que o programou. E pessoas cometem erros!
    Considero que mais importante do que decorar uma fórmula, por exemplo, é entender como se chegou a ela. Pergunte às pessoas se elas sabem deduzir a fórmula da equação do segundo grau!!! A grande maioria não sabe…
    Com relação ao assunto específico, os bancos (e demais empresas), com o aumento da concorrência, e aumento da pressão por resultados, foram automatizando / simplificando seus processos decisórios, de forma bastante compreensível, e alguns até tiveram sua saúde financeira depreciada.
    Os reguladores, sempre atentos, foram revendo e melhorando seus regulamentos procurando disciplinar o assunto (exemplo mais recente: Basiléia).
    Essa conjunção de fatores levou a um círculo vicioso, pois, como os Bancos Centrais começaram a exigir cada vez mais capital – é claro que a intenção dos reguladores é sempre aprimorar os controles, para evitar situações indesejáveis – os bancos, principalmente nos EUA, para maximizar seus lucros, pois os acionistas exigem retorno satisfatório sobre seu capital (a essência do capitalismo), e as margens lá são muito deprimidas, preferiram agilizar mais suas decisões, sacrificando, por exemplo, uma melhor qualidade do crédito em favor de maiores volumes, e os reguladores, atentos, vão agindo novamente…
    Agora, os bancos têm uma chance de ouro de melhorarem seus processos decisórios, com Basiléia II e III (aliás, desde Basiléia I, eles poderiam ter desenvolvido sistemas próprios de riscos – alguns fizeram isto) e, sem dúvida, eles devem aproveitar e “voltar a estudar”, parafraseando uma advogada que ficou famosa estes dias.
    E também anseio o dia em que um técnico de verdade, e não um político, seja nosso presidente.
    Abraços, professor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

The End of Banking

Basileia obriga Bancos a emprestarem até 12 x o seu capital corroído e não corrigido pela inflação. Um tiro no pé.  The American Banking System

Artigo Completo »

Why Liberalism Is Dying?

Liberalism greatest mission today is to point to society not the encroachments on liberty, but the growth of social free riding, kleptocracy and social parasitism.

Artigo Completo »