Sem Imprensa Neutra Não Há Democracia

No Brasil, leva mais ou menos dois minutos de leitura para perceber que um jornalista brasileiro é marxista, e luta pela Ditadura do Proletariado e não pela Democracia.

E todo filósofo Kantiano sabe que as suas observações dos fatos do mundo são sempre deturpadas pelas premissas ideológicas sobre como o mundo funciona.

Nós leitores não somos burros, mas estamos ficando, queremos fatos e não “interpretações”.

Nenhum jornalista liberal, comunitário, libertário, conservador cristão, conservador clássico, jamais será contratado e se for, sobreviverá por mais de seis meses.

Uma contra revolução de blogueiros liberais, comunitários, conservadores na mídia social não é a solução, estão fazendo o mesmo erro, xingando-se uns aos outros.

Nós que observamos o mundo, nós que apontamos as mudanças de tendências, que é o que o leitor quer, pois ele quer informação e não ruído, precisamos todos ser neutros.

E não ideólogos que somente querem uma ditadura onde o trabalhador chão de fábrica se apodera dos meios de produção.

E passam a comandar a empresa, e nós vendedores, engenheiros, contadores, auditores, advogados, operadores logísticos precisamos obedecê-los.

Nunca entendi a ordem aos trabalhadores dada por Leon Bronstein Trotsky nas primeiras horas da revolução dentro da revolução de 1917, “retirem todos os administradores dessas empresas num carrinho de mão”.

Carrinhos de mão? Eles não andam?

Um amigo russo me explicou. Foram todos retirados mortos, junto com os contadores e auditores, espiões do capitalismo.

Em 1918, a produção russa caiu 40%, e até hoje intelectuais de Esquerda não desconfiam o porquê.

Por isso a Rússia, como o Brasil, por 100 anos não tem uma classe de administradores profissionais para alertar o PT e a Esquerda, dos erros monumentais administrativos que cometem.

E vão continuar cometendo.

(Lido por 1500 pessoas até agora)

10 Comments on Sem Imprensa Neutra Não Há Democracia

  1. Professor Kanitz, seus artigos fortalecem as pessoas de bem que são patriotas e querem uma democracia e liberdade. Parabéns.

  2. Não tem como a imprensa ser neutra, professor. Sempre o lado ideológico do autor vai influenciar em uma opinião. Ela não pode é querer se passar por isenta. Deve mostrar sua face, seu lado. O grande problema é que querem passar opinião como se fossem fatos. nâo querem noticiar mas apenas empurrar narrativas.

  3. Me parece ser tarefa desafiadora, a de comunicar honestamente para aspectos relevantes da vida em sociedade, no século 21.

  4. Professor muito bem colocada as suas palavras, não adianta ficarmos confrontando paixões, creio que ainda levaremos tempo ate entender.
    Hoje é impressionante a maneira amadora e apaixonada como a impressa dita como profissional adota uma tribo e tenta se mover orquestradamente.

  5. E qual a ideologia do dono do jornal? Qual a ideologia do anunciante do jornal?
    Chamar a imprensa brasileira de propagadora do marxismo… faça me o favor.

  6. E qual a ideologia do dono do jornal? Qual a ideologia do anunciante do jornal?
    Chamar a imprensa brasileira de propagadora do marxismo… faça me o favor.

  7. E eu pensando que ia falar das mídias sem fatos e sem jornalistas de fato, essa imprensa bolsonarista de mentiras e ódio.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14