Você Tem Realmente Direito a Uma Opinião?

 

Uma das tragédias do mundo moderno e de nosso retrocesso civilizatório é esse conceito democrático de que “todos têm direito a sua opinião e expressão”.

São esses dois conceitos que permitem perfeitos idiotas opinarem sobre tudo, afirmarem bobagens sobre tudo, como se todos fossem pesquisadores científicos cuja observação individual valesse alguma coisa.

Antigamente eu até conseguia convencer outras pessoas sobre alguns assuntos que entendia mais que eles, hoje não.

Hoje as discussões terminam totalmente infrutíferas.

O outro lado que nada estudou e que nunca trabalhou na vida real além de ser professor, simplesmente afirma algo como, “vamos concordar em discordar”, “cada um tem direito a uma opinião”, “você tem a sua opinião, eu tenho a minha”.

Acham que eles têm direito a emitir uma opinião, por mais absurda que seja.

Que faz parte da suposta “liberdade de expressão”, que eu tenho que ser Democrático e aceitar Fake News, que nem News é.

Você vê isso claramente no jornalismo brasileiro e americano.

Opiniões sendo emitidas sem embasamento científico, sem um único índice de correlação, sem um único teste de significância, sem muitas vezes uma única tabela ou estatística sequer.

Mas emitida por um suposto representante de um suposto movimento social.

Eu já joguei meu diploma de Harvard no lixo. Jamais fui entrevistado por ser Professor Titular da USP, deveria estar portando uma bandeira do MTST como os alunos que foram.

Estamos lentamente jogando fora 500 anos de tradição científica ocidental.

Governos decidem sem base em fatos comprovados, nem estudos científicos, em troca de algo muito mais perigoso.

Hoje as decisões são tomadas pela opinião da maioria, e não pelos padrões da ciência e dos fatos.

Apesar das ideias da esquerda terem trazido miséria para a China, Rússia, Cuba, Venezuela e Brasil, 85% dos intelectuais brasileiros ainda é de “opinião” de que o socialismo merece mais uma chance para se provar como regime político.

Nossa Democracia está indo para o ralo porque acreditamos que todo mundo tem o direito a uma opinião, com o mesmo peso = 1.

Acreditamos na liberdade de expressão de qualquer um, que é justamente a antítese da ciência.

Acreditar no processo de verificação científica, teste de hipóteses, dimensionamento da amostra é jogado no lixo em troca de “respeite a minha opinião não ponderada e subjetiva”.

Nossos jornalistas não passam mais pelo crivo de um Conselho Editorial, quando antigamente só se publicava em revistas especializadas após um crivo científico e não ideológico.

Ninguém tem direito a uma opinião estapafúrdia, nem liberdade de expressão de dizer bobagens como são ditas diariamente.

Todos nós temos a obrigação de respeitar as lições do passado, extrair as lições do presente e respeitar o rigor científico que estamos perdendo a passos rápidos.

Ninguém tem o direito de sair opinando por aí, achando que sua opinião é tão válida quanto a de alguém que dedicou sua vida a estudar o assunto.

 https://www.scienceboard.net/

(Lido por 1336 pessoas até agora)

11 Comments on Você Tem Realmente Direito a Uma Opinião?

  1. O Kanitz “matou a pau”. Gostaria de me comunicar com ele. correaronaro@vetorial. Ind.br

  2. Falou tudo professor, esta “liberdade de expressão” criou uma onda de especialistas em tudo. São os famosos redatores dos textões de face.
    Concordo 100% com seu texto. abs

  3. Verdade. O Brasil foi inundado por um excesso de liberdades de expressão e ação. Ultimamente a teoria do gênero tomou conta da mídia sensacionalista. O horário nobre das TVs especializou-se em temas inúteis, quando não imorais. O país em desgoverno, é o caos.

  4. Comentário preciso e correto. Democracia desse tipo é defendida por esquerdistas mau intencionados e que depois de tomarem o poder implantam a ditadura deles transvestida de ditadura do proletariado da qual são os zelosos guardiães e intérpretes. Qualquer artigo de opinião que não estiver bem fundamentado não deve nem deveria ser aceito por qualquer órgão de divulgação que se preze.

  5. Promova estudos científicos importantes para o ser humano, como medir órgãos genitais de tribos amazônicas…. Fume maconha, cometa pequenos delitos, defenda a fétida teoria da inversão dos valores, demonize a moral, os grandes gênios e cientistas, endeuse os pseudo especialistas (apenas tagarelas de baixo Qi) que surgem de todos os lugares, principalmente da TV aberta… …aí sim o Sr será uma pessoa conceituada no mundo acadêmico e com direito de opinar…
    Vai ter até quadro na Globo.

    Se não fizer isso, será apenas um capitalista com palavras opressoras.

    É ridículo como a hipocrisia e o emburrecimento generalizado está tomando conta do nosso país gradativamente. Estou com preguiça do século 21. Século do Qi 21. Século da escravidão mental… da terceirização intelectual… do idiota que terceiriza sua capacidade de agir/pensar.

    Daqui uns 50 anos ou mais, quando estivermos no caos da “ignorância crônica por neuroatrofia” (foi uma doença que acabei de criar kkk) as pessoas encontrarão suas obras, assim como de outros inteligentes e dirão que encontraram pergaminhos de profetas que previram a destruição do povo brasileiro pela burrice promovida pela enganação da esquerda. Esquerdistas são burros em sua maioria. Mas existe uma minoria inteligente que parasita dos demais e os usam como peões num tabuleiro… hora importantes, hora descartáveis.

  6. Disso tudo professor. Parabéns pela clareza. Por que o Brasil esta deitado eternamente em berço explêndido.

  7. Texto preciso e contundente.
    Seria apenas divertido se não fosse trágico ler os comentários escritos por oligofrênicos em alguma lingua com uma vaga semelhança ao português postados em espaços como estes. A linguagem chula apenas evidencia a mediocridade e vulgaridade predominantes.

  8. Perfeito! Simplesmente perfeito,prof.
    E,simplesmente nojento a hipocrisia e arrogância dos neo-cientistas de tudo hoje.

  9. E a mídia só convida e deixa alguém dar a sua opinião e intitula-o com especialista entre aqueles alinhados ideologicamente. Daí a manada está ordenada.

  10. Todos tem direito a uma opinião.
    Agora, é escolha do receptor aceitá-la ou não.
    Se dissermos que uma opinião é mercadoria,
    Comprar ou não é uma decisão individual.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14