A Farra da Publicação Obrigatória de Demonstrativos Financeiros

 

Hoje em dia empresas como a CTG Energia, empresa que somente 0,001% dos leitores de jornal conhecem, é obrigada a publicar seus demonstrativos em “jornal de grande circulação”.

Foram 11 páginas inteiras de jornal, um desperdício de papel, de árvores ecológicas, de custos de transporte, de páginas que custam uma fortuna.

Que mantém muito jornal ineficiente rentável, por isso a lei continua 20 anos depois da internet.

Obrigatório deveria ser colocar os Demonstrativos na internet, com cópia na FIESP ou outro site de renome. Hoje poderíamos sugerir um blockchain.

Nenhum ecologista protesta, nenhum Partido político Liberal reclama, nenhuma Associação Patronal chia.

É tudo um ego só, querer aparecer sem nada resolver.

 

(Lido por 919 pessoas até agora)

5 Comments on A Farra da Publicação Obrigatória de Demonstrativos Financeiros

  1. Muito bom!!!
    Eu penso mesmo!!! Quanto papel desperdiçado, árvores cortadas etc a troco de nada!
    Ninguém lê!
    Quem precisa destas informações, sabe onde buscá-las!

  2. A razão é simples : faturamento dos grandes jornais.
    Há alguns anos atrás o presidente do Jornal Valor Econômico informou em uma apresentação, que o faturamento com obrigatoriedades legais das empresas representava 60% do faturamento do seu jornal.
    Sem dúvida alertas como o seu são importantes, mas impossíveis de alterarem o rumo, já que os beneficiados não vão ter nenhum interesse em mudar algo que prejudique seu faturamento.
    O absurdo é ter que publicar o conjunto das demonstrações financeiras no Diário Oficial, que ninguém acessa ou lê.

  3. tem toda razao, Steve, e ai pergunto: alguem consegue acabaer com a Voz do Brasil e a EBC?? but your site says this is a duplicate and Im using the site first time in my life! regards

  4. tem toda razao, Steve, e ai pergunto: alguem consegue acabaer com a Voz do Brasil e a EBC??

  5. Professor, há um projeto na Câmara (e que já passou pelo Senado), onde isso poderia mudar. A CVM é totalmente a favor de ter apenas a publicação online. Porém, há um lobby forte dos jornais para que a publicação seja mantida, tanto em meio físico, como nos sites dos jornais (o que já não faz o menor sentido também). O projeto é o PL 7609/2017. Um dos relatores, o deputado Walter Ihoshi (PSD-SP) informou em uma reunião entre assessores que esse projeto é da Associação Nacional dos Jornais (ANJ). E que, por eles terem apoiado a sua campanha, deixou que tocassem o projeto. http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2136670
    Com essas informações, acho que caberia o apelo aos seus leitores por meio de seus canais de comunicação para que possa haver uma pressão para que o projeto seja modificado.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14