Um Problema Que Recusamos Admitir

A segunda edição da Província de São Paulo, recentemente oferecida ao público via internet, 1875, traz como primeira notícia o seguinte:

Quem estuda a vida das províncias, conhece que em administração temos retroagido em vez de progredir.

Criaram um jornal e no já segundo dia já noticiaram o que venho dizendo há 40 anos, e que os fundadores do Estado de São Paulo já haviam constatado há 135 anos.

Em administração temos retroagido em vez de progredir.

O que então esperar de um povo que não percebe a simples obviedade?

O mundo é muito complexo para ser administrado por amadores. Já era complexo demais em 1875, muito menos agora.

Portanto, não sou só eu que já percebi isso, eu sou simplesmente mais um que percebe o óbvio.

Falta você, advogado, jornalista, intelectual, diretor de faculdade, reitor de universidade, enfim.

(Lido por 235 pessoas até agora)

7 Comments on Um Problema Que Recusamos Admitir

  1. Se um deputado ou senador se corrompe hoje, não é propriamente para matar a fome dos filhos, é por querer mais dinheiro e achar que o risco (ou falta) compensa. Questões morais, que não estão sujeitas a análises pecuniárias como a sua, à parte, a decisão de se corromper é uma decisão “racional”. Levando-se em conta as fortunas que se conseguem com a corrupção, aumentar os salários dos congressistas (ainda mais se eles tiverem que pagar do próprio bolso pelo que agora recebem como benefício) não resolve o problema.

  2. Não vejo a evolução administrativa pregada pelo Marcelo neste post. O PAC é tão mal administrado que nem 20% das suas obras foram concluídas. E na segunda edição mal ultrapassamos 10%.
    Mas concordo com as questões salariais dos parlamentares. Uma diminuição de parlamentares e aumento de salário é uma proposta atraente como combate a corrupção.

  3. Tenho que discrdar deste post pois, mesmo que nossos políticos não sejam administradores, podemos ver um crescimento na consciência deles sobre a importância de se melhorar a “gestão”. Recomendo a leitura desta coluna, que trata deste tema, a nível federal:
    http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-avancos-da-gestao-publica
    Trecho:
    “Com o PAC, os próprios Ministros passaram a ser responsáveis pelas execuções do programa. Cada Ministro recebe uma carteira de investimentos já definida. Com isso, mesmo com troca de Ministros, a agenda de obras permanece a mesma. Nenhum ministro conseguirá colocar sua agenda própria sobre as prioridades do PAC.”

  4. Rapaz, não faça isso! Eu tenho que discordar do seguinte item:
    5) REDUÇÃO DE PELO MENOS 80% DOS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS:
    Os políticos brasileiros lidam diretamente com interesses de gente com muito dinheiro, com grandes empresários, donos de terras e da mídia. Reduzir seus salários só irá torná-los mais vulneráveis à corrupção, a aceitar favores e presentes de quem tem dinheiro e pretendo corrompê-los.
    O deputado/senador precisa ter uma renda que o fortaleça perante a essa gente endinheirada. Quanto mais ganha um parlamentar, menor será sua abertura à corrupção, ou pelo menos a favores que o deixem de rabo preso, depois, como caronas em jatinhos, presentes caros, etc.
    Quanto a isto, minha proposta é a seguinte:
    1) Reduzir o número de deputados federais pela metade, para uns 250.
    2) Reduzir o número de senadores para 1 por estado, que seria o vice-governador, ou alguém que tivesse interesse direto no estado, indicado pelo governador, como já li aqui no Blog do Kanitz. Neste caso, ele poderia até não ser remunerado como senador, pois já tem outro cargo.
    3) Aproveitar o número 1 e dobrar o salário dos parlamentares, e incluir de vez todos os benefícios ao seu salário, como aqueles 15 mil de viagens e etc. Um parlamentar que ganha 60 ou 70 mil não se abriria à corrupção como um que ganha 20 mil.

  5. Tudo bem considerar o olhar externo, o problema é inventar o olhar externo.
    É aquela coisa de quando um brasileiro quer fazer uma crítica ou elogio ao país e para validá-la coloca na boca do estrangeiro.
    É parecido com quando alguém escreve uma crônica qualquer na internet e assina como Arnaldo Jabor, Dráuzio Varella ou Charles Chaplin.

  6. Se vc não olhar o externo, vc é carta fora do baralho.
    O que ele quer dizer, que nosso país não tem comando, é a ”casa da mãe Joana”.
    População aceita tudo, acha graça de tudo. O que era p/ ser um escândalo, vira piada.
    A China tem 10000 defeitos, longe de ser um modelo, mas existe um planejamento, um ideal.
    Essa nossa administração é ridícula, olha quantos ministérios foram criados, como se governa um país assim?
    Mercadante na educação!? Crivela na agricultura? Aldo Rebelo ministro dos esportes!? E por ai vai… Onde estão os profissionais!?? Administradores!?
    Engenheiros!? Economistas!?? Essa profissão ‘politico” é a criação equivocada. Genuinamente brasileira.

  7. O jornalista Joelmir Beting citou em seu blog uma avaliação feita pela primeiro ministro chines. É algo simples, claro, e óbvio.
    Professor, caso não tenha gostado de citar outras pessoas no blog, mil desculpas.
    Abraços.
    10 soluções para melhorar o Brasil (que funcionaram na China)
    O Primeiro Ministro da China, Wen Jiabao, visitou o Brasil recentemente pela primeira vez e supreendeu pelo conhecimento que tem sobre nosso país, segundo ele, devido o aumento da amizade e dos negócios entre Brasil e China, vem estudando nossa cultura, nosso povo, desenvolvimento e nosso governo nos últimos 5 anos e, por isso aproveitou a visita de acordos comerciais para lançar algumas sugestões que, segundo ele, foram responsáveis pelas mudanças e pelo crescimento estrondoso da China nos últimos anos.
    Durante uma de suas conversas com a Presidente Dilma e seus ministros, Wen foi enfático no que ele chama de “Solução para os paises emergentes”, que é o caso do Brasil, China, Índia e outros países que entraram em grande fase de crescimento nos últimos anos, sendo a China a líder absoluta nessa fila.
    O que o ministro aponta como principal ponto para um país como o Brasil desponte a crescer fortemente???
    Mudanças imediatas na administração do país, sendo a principal delas, a eliminação de fatores hipócritas, onde as leis insistem em ver o lado teórico e não o prático e real de suas consequèncias, sendo que, para isso o país terá que sofrer mudanças drásticas em seus pontos de vista atuais, como fez a China nos últimos 20 anos, sendo os 10 principais os que se seguem:
    1) PENA DE MORTE PARA CRIMES HEDIONDOS COMPROVADOS:
    Fundamento: Um governo tem que deixar de lado a hipocrisia quando toca neste assunto, um criminoso não pode ser tratado como celebridade, criminosos reincidentes já tiveram sua chance de mudar e não mudaram, portanto, não merecem tanto empenho do governo, nem a sociedade honesta e trabalhadora merece conviver com tamanha impunidade e medo, citou alguns exemplos bem claros: Maníaco do parque, Lindeberg, Suzane Richthofen, Beira Mar, Elias Maluco, etc. Eliminando os bandidos mais perigosos, os demais terão mais receio em praticarem seus crimes, isso refletirá imediatamente na segurança pública do país e na sociedade, principalmente na redução drástica com os gastos públicos em segurança. A longo prazo isso também reflete na cultura e comportamento de um povo.
    2) PUNIÇÃO SEVERA PARA POLÍTICOS CORRUPTOS:
    Fundamento: É estarrecedor saber que o Brasil tem o 2º maior índice de corrupção do mundo, perdendo apenas para a Nigéria, porém, comparando os dois países o Brasil está em uma situação bem pior, já que não pune nenhum político corrupto como deveria, o Brasil é o único país do mundo que não tem absolutamente nenhum político preso por corrupção, portanto, está clara a razão dessa praga (a corrupção) estar cada vez pior no país, já que nenhuma providência é tomada, na China, corrupção comprovada é punida com pena de morte ou prisão perpétua, além é óbvio, da imediata devolução aos cofres públicos dos valores roubados. O ministro chinês fez uma pequena citação que apenas nos últimos 5 anos, o Brasil já computou um desvio de verbas públicas de quase 100 bilhões de reais, o que permitiria investimentos de reflexo nacional. Ou seja, algo está errado e precisa ser mudado imediatamente.
    3) QUINTUPLICAR O INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO:
    Fundamento: Um país que quer crescer precisa produzir os melhores profissionais do mundo e isso só é possível quando o país investe no mínimo 5 vezes mais do que o Brasil tem investido hoje em educação, caso contrário, o país fica emperrado, aqueles que poderiam ser grandes profissionais, acabam perdidos no mercado de trabalho por falta da base que deveria prepara-los, com o tempo, é normal a mão de obra especializada passar a ser importada, o que vem ocorrendo a cada vez mais no Brasil, principalmente nos últimos 5 anos quando o país passou a crescer em passos mais largos.
    4) REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA TRIBUTÁRIA E REFORMA TRIBUTÁRIA IMEDIATA:
    Fundamento: A China e outros países desenvolvidos como os EUA já comprovaram que o crescimento do país não necessita da exploração das suas indústrias e empresas em geral, bem pelo contrário, o estado precisa ser aliado e não inimigo das empresas, afinal, é do trabalho destas empresas que o país tira seu sustendo para crescer e devolver em qualidade de vida para seus cidadãos, a carga tributária do Brasil é injusta e desorganizada e enquanto não houver uma mudança drástica, as empresas não conseguirão competir com o mercado externo e o interno ficará emperrado como já é.
    5) REDUÇÃO DE PELO MENOS 80% DOS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS:
    Fundamento: Os Brasil tem os políticos mais caros do mundo, isso ocorre pela cultura da malandragem instalada após a democrácia desorganizada que tomou posse a partir dos anos 90 e pela falta de regras no quesito salário do político. O político precisa entender que é um funcionário público como qualquer outro, com a função de empregar seu trabalho e seus conhecimentos em prol do seu país e não um “rei” como se vêem atualmente, a constituição precisa definir um teto salarial compatível com os demais funcionários públicos e a partir dai, os aumentos seguirem o salário mínimo padrão do país, na China um deputado custa menos de 10% do que um deputado brasileiro. A revolta da nação com essa balbúrdia com o dinheiro público, com o abuso de mega-salários, sem a devida correspondência em soluções para o povo, causa ainda mais prejuízos ao estado, pois um povo sentindo-se roubado pelos seus líderes políticos, perde a percepção do que é certo, justo, honesto e honrado.
    6) DESBUROCRATIZAÇÃO IMEDIATA:
    Fundamento: O Brasil sempre foi o país mais complexo em matéria de negociação, segundo Wen, a China é hoje o maior exportador de manufaturados do mundo, ultrapassando os EUA em 2010 e sem nenhuma dúvida, a China e os EUA consideram o Brasil, o país mais burocrata, tanto na importação, quanto exportação, além é claro, do seu mercado interno, para tudo existem dezenas de barreiras impedindo a negocição que acabam em muitas vezes barrando o desenvolvimento das empresas e refletindo diretamente no desenvolvimento do país, isso é um caso urgente para ser solucionado.
    7) RECUPERAÇÃO DO APAGÃO DE INVESTIMENTOS DOS ÚLTIMOS 50 ANOS:
    Fundamento: O Brasil sofreu um forte apagão de investimentos nos últimos 50 anos, isso é um fato comprovado, investimentos em infraestrutura, educação, cultura e praticamente todas as demais áreas relacionadas ao estado, isso impediu o crescimento do país e seguirá impedindo por no mínimo mais 50 anos se o Brasil não tomar atitudes fortes hoje. O Brasil tem tudo para ser um grande líder mundial, tem território, não sofre desastres naturais severos, vive em paz com o resto do mundo, mostrou-se inteligente ao sair ileso da grande crise financeira de 2008, porém, precisa ter a coragem de superar suas adversidades políticas e aprender investir corretamente naquilo que mais necessita.
    8) INVESTIR FORTEMENTE NA MUDANÇA DE CULTURA DO POVO:
    Fundamento: A grande massa do povo brasileiro não acredita mais no governo, nem nos seus políticos, não respeita as instituições, não acredita em suas leis, nem na sua própria cultura, acostumou-se com a desordem governamental e passou a ver como normal as notícias trágicas sobre corrupção, violência, etc, portanto, o Brasil precisa investir na cultura brasileira, iniciando pelas escolas, empresas, igrejas, instituições públicas e assim por diante, começando pela educação patriótica, afinal, um grande povo precisa amar e honrar seu grande país, senão é invevitável que à longo prazo, comecem surgir milícias armadas na busca de espaço e poder paralelo ao governo, ainda mais, sendo o Brasil um país de proporções continentais como é.
    9) INVESTIR EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA IMEDIATAMENTE:
    Fundamento: Proporcionalmente, o Brasil investe menos de 8% do que a China em ciência e tecnologia, isso começou a ter forte reflexo no país nos últimos 5 anos, quando o Brasil passou a crescer e aparecer no mundo como um país emergente e que vai crescer muito a partir de agora, porém, não tem engenheiria de qualidade, não tem medicina de qualidade, tecnologia de qualidade, não tem profissionais com formação de qualidade para concorrer com os países desenvolvidos que encontram-se mais de 20 anos a frente do Brasil, isso é um fato e precisa ser visto imediatamente, pois reflete diretamente no desenvolvimento de toda nação.
    10) MENORIDADE PENAL E TRABALHISTA A PARTIR DE 16 ANOS
    (o mundo está envelhecendo…):
    Fundamento: O Brasil é um dos poucos países que ainda possuem a cultura de tratar jovens de 15 a 18 anos como crianças, não responsáveis pelos seus atos, além de proibi-las de oferecer sua mão de obra, isso é erro fatal para toda a sociedade, afinal, o Brasil, assim como a grande maioria dos paises, estão envelhecendo e precisam mais do que nunca de mão de obra renovada, além do que, essa contradição hipócrita da lei, serve apenas para criar bandidos perigosos, que ao atingirem 18 anos, estão formados para o crime, já que não puderam trabalhar e buscaram apenas no crime sua formação. Na China, jovens tem permissão do governo para trabalhar normalmente (não apenas como estagiários como no Brasil) a partir dos 15 anos, desde que continuem estudando e, sim, respondem pelos seus crimes normalmente, como qualquer adulto com mais de 18 anos.
    Este texto foi retirado do Blog do jornalista Joemir Beting da Rede Bandeirantes, segundo Joelmir, o texto não está na íntegra, já que não foi permitida a sua divulgação nos meios de comunicação, também, segundo o assessor que permitiu o “vazamento” do relatório da conversa com o primeiro ministro chinês, o governo brasileiro optou por não divulgar estas informações por não se tratarem da real missão do primeiro ministro ao Brasil, que era apenas para tratar de assuntos comerciais entre os dois paises, mas como diz Joelmir, para bom entendedor, apenas isso basta, ou seja, não há interesse do governo em divulgar esses fatos, pois, para o PT e demais governantes, do jeito que o Brasil se encontra é exatamente o jeito que eles sempre sonharam, um país que reina a impunidade política e o povo não tem vez nem voz, até porque, essa cultura que o sr Wen tanto cita, é exatamente o que poderia causar problemas na atual política brasileira, portanto, um povo acomodado e que apenas assiste de camarote o corrupto sacar dinheiro do seu próprio bolso, é o sonho de qualquer criminoso do colarinho branco.
    Joelmir Beting
    Jornalista

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14