Salvem as Florestas Temperadas


Enquanto temos milhares de americanos em campanha contra o desmatamento das Florestas Tropicais, e que conseguiram apoio de milhares de brasileiros neste intento, ninguém se importa com o desmatamento das Florestas Temperadas, patrocinada até pelo Governo Americano.

Esta é uma árvore de Natal, desmatada para a Casa Branca. Junto com mais 5 milhões de árvores e ninguém falou nada aqui abaixo do Equador. Pessoal, ficar sempre na defensiva é tática perdedora.

(Lido por 634 pessoas até agora)

6 Comments on Salvem as Florestas Temperadas

  1. Leo estas florestas temperadas , tb não estão inclusas na Reserva de Carbono não ajudariam na emissão de CO2 na atmosfera se fossem preservadas, estariam fazendo esta função.

  2. Stephen,
    Creio que a questão subjacente seja a defesa da biodiversidade. A floresta temperada, além de ser muito extensa, possui baixa diversidade de espécies. São florestas muito homogêneas e seu desmatamento não traz grandes riscos de extinção. As florestas tropicais, por outro lado, quase sempre se enquadram na categoria “hotspots” – um conceito criado pela ONG Conservation International para designar uma área que é de conservação prioritária por apresentar rica biodiversidade e estar sob grande ameaça (uma área que tenha pelo menos 1500 espécies endêmicas de plantas e que tenha perdido mais de 3/4 de sua vegetação original). Os hotspots representam 2,3% da superfície terrestre, mas abrigam 50% da plantas e 42% dos vertebrados conhecidos. A proteção das florestas tropicais pode muito bem ser um discurso com finalidades políticas escusas, mas tem a virtude de obedecer à lógica econômica. É nelas que o investimento em preservação ambiental pode gerar resultados mais eficientes.
    abs,
    Leo

  3. Florestas nativas no planeta já são poucas as existentes e com isso Americanos e Europeus olham para as florestas brasileiras de dois modos: um grupo realmente de ambientalistas preocupados com a preservação do planeta e outro incomodado mais com o quanto ainda podemos produzir sobre o espaço da mata não derrubada. O fato é que onde havia floresta nativa no território americano hoje existem os famosos belts(cinturões).Wheat belts,corn belts, cotton belts para citar alguns são, por gerações, fontes de riqueza deste povo que compra de todos e paga à vista.Se a terra tem valor e produz dinheiro hoje nos Estados Unidos onde antes só havia florestas porque não sugerir tambem o reflorestamento dessas gigantescas areas? Parece estranho aceitar a idéia que somente onde há floresta é que deve ser preservado. Floresta lá nos cinturões deles sim!

  4. =P Pinheiro não é mata nativa…
    Facilmente replantado… Além do mais, o tal acordo de emissões nem deu em nada…
    É impossível na vida moderna vivemos sem madeira…. Ou como você acha que são feito as obras, os livros que compramos, os jornais, moveis da sua casa?
    Contanto que seja reflorestada e tendo compromisso com o meio ambiente, tudo bem.

  5. Concordo contigo, Kanitz,no que exige responsabilidade também dos ricos a respeito da recuperação e preservação da natureza “deles”. Ao me ver,contudo, precisamos cobrar mais ação por parte dos políticos daqui. Existe muita falação e pouco compromisso com patrimonios naturais brasileiros.Todas essas cobranças mundiais continuarão enquanto não forem tomadas decisões concretas de nossa parte.No seu raciocínio, Kanitz pensa que para cobrar dos outros, os países ricos tem de assumir responsabilidade dentro de casa.Mas para cobrar deles a reconstituição das florestas temperadas, também não precisaríamos exigir mais de nós mesmos? Jogo de empurra não é a saída, Kanitz. Conclusão: falta coerência aqui e lá.Todo esforço precisa ser conjunto. E tudo isso depende também da consciência do eleitorado que quer melhorar de vida e mais emprego,porém não quer abrir mão do conforto. Ainda não é prioridade para o eleitor questões ambientais. E para conseguir esses benefícios, o governo tem de ser permissivo para com as empresas que poluem, mas que sustentam o crescimento.Além disso, as grandes empresas não fazem pressões no sentido de taxar companhias poluidoras.Muito do clientelismo que fazem dão vantagens para eles, por que então não fazem lobby exigindo mais respeito ao meio ambiente? Por que não se engajam em questões coletivas?Cadê as empresas socialmente responsáveis?Se eles quisessem emplacariam posições mais firmes,pois, afinal não são eles que pagam campanhas políticas?

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14