O Verdadeiro Rombo da Previdência

Uma das lições que aprendemos em administração é sempre fazer um cálculo rápido para avaliar a magnitude do problema.

É quase um chute, um “educated guess” como diziam meus professores, com premissas simples, o que irrita obviamente os perfeccionistas da mesa que querem um estudo completo e detalhado de tudo antes de analisar qualquer coisa.

Vejam o que eu acho no caso da previdência.

De 2020 em diante, nossos Ministros da Economia terão de pagar 700 bilhões ao ano aos velhos aposentados.

Tirando como sempre dinheiro do Caixa e não dos Investimentos a Maturar que deveriam ter feito.

Nossas contribuições passadas sumiram, algo que os responsáveis não querem revelar.

Imaginei, para simplificar, que estamos todos começando hoje. Que todos nós temos 20 anos de idade, e queremos nos aposentar aos 65 anos, daqui a 45 anos.

Multiplique 700 bilhões por 45 anos, e você ficará sabendo quanto nos será roubado, e teremos assim uma estimativa do verdadeiro rombo futuro da Previdência.

Porque essa grana toda irá sumir, mas as obrigações não.

A multiplicação dá nada menos do que 31 trilhões de reais, repito 31 trilhões.

Valor que vocês NÃO terão na hora de se aposentarem, mas terão de pagar pelos próximos 45 anos. E ninguém se toca?

Essa é uma primeira estimativa tosca da verdadeira dimensão do deficit da Previdência.

Na casa de trilhões, e não bilhões como vocês todos estão acreditando. É 1.000 vezes maior do que Guedes e companhia estão nos falando.

Mas o rombo para vocês não para por aí.

Se nossos Ministros da Economia seguissem os ensinamentos da Administração Responsável das Nações, e investirem essa grana toda em projetos que rendam somente 4% ao ano, vocês teriam daqui 45 anos, 84 trilhões disponíveis para se aposentarem.

Some-se os rombos do Estados e Municípios, e o valor deve ultrapassar 100 trilhões.

Por isso os juros sempre foram caros, por isso estamos tão atrasados, o governo nada investe, nosso PIB não cresce.

Essa é a dimensão do problema, e que ninguém revela e eu sei por quê.

O número exato não é esse, obviamente, deve ser menor, porque não temos todos 20 anos de idade.

Nossa idade média é de 26 anos.

Mas agora eu tenho a “magnitude” real do problema, é na casa dos 100 trilhões e não de bilhões como vocês estão acreditando. (Os americanos estão sendo enganados do mesmo jeito.)

Eu fico abismado com a ignorância coletiva brasileira, especialmente dos nossos “especialistas”.

A nova geração me comenta que sabe que não poderá contar com o INSS, mas fica por aí.

Não percebe que serão eles que terão que contribuir com esses 31 trilhões nos próximos 45 anos e nada receber em troca.

Para que eu e aqueles que elaboraram esse Projeto de Reforma sendo discutido possamos recuperar o que nos roubaram nos 45 anos que nós contribuímos.

(Lido por 1598 pessoas até agora)

7 Comments on O Verdadeiro Rombo da Previdência

  1. Há alguns aspectos no deficit da previdência dos empregados privados que nunca são esclarecidos:
    1) Quanto do deficit é devido aos rurais que nunca contribuíram?
    2) Quanto do deficit é devido aos idosos pobres que nunca contribuíram?
    3) Quanto do deficit é devido aos anistiados?
    4) Quanto representa a não contribuição das entidades filantrópicas?
    Abatendo esses penduricalhos qual é o deficit anual da previdência?
    Nas contas que vêm a público mistura-se o deficit do setor público com o setor privado, o que distorce completamente a análise;
    O setor privado não estaria pagando uma conta que não seria responsabilidade dele?

  2. Na Dinamarca instalaram os geradores eólicos na mar. Cada gerador é uma empresa e os donos são acionistas. Negócio rentável e seguro a longo prazo.
    Está aí a aposentadoria deles! Não se confia em solução de governos!

  3. Kanitz …
    Administradores sempre serão odiados por usarem o raciocínio lógico e a matemática a seu favor!
    Quanto aos números, é isso mesmo …
    Continua o engodo que um estado forte salvará a todos!
    E acredita quem quiser!!!

  4. Eu trocaria essa reforma da previdência, por outra: Recálculo individual de quanto cada um contribui x expectativa de vida x margem de segurança . Com limite igual para todos. E uma contribuição separado por categoria, em seu fundo de contribuição. Será que topam?

  5. Por alto, dos 700 bi/ano, desses cerca de R$ 500 bi/ano é o que é já arrecadado, do INSS e RPPS. Então é ruim mas não é esse terrorrismo.

  6. Fico pensando,tirando o dinheiro arrecadado com a previdência e que o governo usa como um imposto qualquer para suas despesas gerais, quanto o governo teria que aumentar os impostos atuais para cobrir os seus gastos ????
    Algo inimaginável e impossível de ser feito!!!!!!!

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14