Número de Favelas Dobrou em 10 Anos

Como é possível que depois de 24 anos de governos que colocam os pobres em primeiro lugar ainda termos favelas?

Como é possível que no período Dilma do PT, as favelas dobraram?

Tenho uma explicação, embora saiba que existem outras que explicam também.

O PT é um partido cujo foco de interesse na realidade são os trabalhadores chão de fábrica, a maioria dos funcionários de muitas empresas.

São trabalhadores já com carteira assinada, mas que por não terem muita instrução só podem vender a sua “força de trabalho”.

80% da luta do PT foi em torno de greves, sindicatos fortes, salário mínimo elevado, que para um favelado desempregado nada servem.

Favela nunca foi preocupação maior, foi mais eleitoral.

O Partido Comunista Brasileiro sempre foi marxista preocupado com a posse dos meios de produção nas mãos dos empregados chão de fábrica, que é o que existia na época de Marx.

Só que nos países que expropriaram as empresas e deram para os trabalhadores chão de fábrica, os vendedores, advogados, operadores logísticos, contadores, administradores, auditores, se rebelaram ao autoritarismo de pessoas sem instrução, e as empresas nunca foram as mesmas.

O PSDB foi um partido de intelectuais, mais preocupado com educação do que pobreza e favelados.

Fernando Henrique se danou na sua campanha para presidente quando disse que roubavam seu relógio quando ia para uma favela.

Eu fui o Mestre de Cerimônia do Evento e estava ao lado quando ele disse a frase que lhe custou caro.

Favelas aparecem no discurso desses partidos, mas é fake politics.

Governos de direita, que não tivemos nesse período, estão mais preocupados com geração de emprego e crescimento dos meios de produção, muitos pobres teriam como sair das favelas, do desemprego e os salários aumentariam como consequência.

Dizer que a esquerda se preocupou com a pobreza, é não analisar o histórico dela com relação às nossas favelas.

Precisamos colocar as favelas como problema número 1.

Rio de Janeiro é uma vergonha para o mundo inteiro.

Temos que admitir, direita e esquerda, que as soluções que foram tentadas, se tentadas, não deram certo.

Compartilhe:
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

12 Responses

  1. E no Ceará as administrações de Ciro Gomes (junto com outros membros da família Ferreira Gomes e também seus correligionários e aliados) estão resultando em uma favelização acelerada da cidade de Fortaleza (que já é a capital de maior criminalidade do Brasil) e também de outras cidades do Ceará, como Caucaia e Eusébio.

    1. Cara, Ceará é pesado mesmo hein. Fui pra lá no ano passado e me surpreendi com tanta favela em todos os lugares, com a sujeira nas/das ruas. Fiquei pensando justamente no Ciro que tanto se orgulha da educação no Ceará.

  2. Embora fora do contexto, gostaria muito de saber do senhor, como lidaria com o “problema “ Petrobrás”
    Grato

  3. Caro Stephen,

    Não sou defensor de PSDB ou FHC, mas procurei no Google e não encontrei nada sobre o roubo de seu relógio na favela, e que teria acontecido mais de uma vez, pois o senhor escreveu “roubavam”. Também e obviamente, não entendi como lhe custou caro, se FHC foi eleito nas duas vezes em que se candidatou à presidência.

  4. Comentário muito bom, na minha opinião, morando na Alemanha vejo o Brasil de “longe” o que as vezes me ajuda muito. Realmente o PT é um partido dos Sindicatos, e pelo que sei, muitos poucos favelados são sindicalizados pelos motivos acima citados. O que o Brasil precisa ma minha opinião seria um Capitalismo Social! forte, ou seja liberdade máxima por um lado, mas também uma política fiscal mais rigorosa e justa, com taxações mais altas para os ganhos elevados das pessoas físicas, com este $ financiar para começar um ensino do básico à Universidade realmente de alta qualidade, infraestrutura, pesquisa (que só se pode ter, se houver gente devidamente culta para isto), cultura, etc… Devemos nos lembrar que o mundo hoje passa por um serie de mudanças serias, População, Clima, etc.. isto daria ao Brasil uma chance enorme de pular uma fase e ir direto para uma economia sustentável moderna socialmente justa, com consequências muito agradáveis para todos, sejam ricos ou menos ricos. É muito bom passear por ai, sem sentir vergonha de estar numa situação privilegiada, se orgulhar que a “empregada” vá a Disney nas ferias dela etc…com isto tenho certeza que até o problema da segurança seria amenizado e muito. Mas para isto a elite Brasileira precisaria agir e exigir pagar mais impostos por um lado mas também exigir que este dinheiro seja aplicado de forma eficiente. Os impostos no Brasil são altos e injustos, as classes mais baixas pagam muito mais (% ao que ganham) do que os ricos.
    Para terminar deixo um link de uma ação começada por milionários aqui na Alemanha
    www(dot)taxmenow(dot)eu

  5. Direita Kanitz? Qual direita ? Quanto às favelas, qual foi a medida da direita que foi aplicada e não deu certo?

  6. Neste post o Prof Kanitz mostra a grande diferença entre discurso e prática do PT , que se intitula defensor dos pobres, mas claramente é um partido preocupado com os trabalhadores de chão de fábrica .
    Esqueceu dos miseráveis , mas não dos eleitores . A mentira é algo que nos prende a esta situação de manipulação e subdesenvolvimento humano e econômico . Prefiro um discurso honesto do que este discurso de ódio que é simpatizante com eleitores perdedores . O prazer do perdedor é que o outro se ferre em lugar de fazer alguma coisa honesta para deixar de ser perdedor. População carece de autorresponsabilidade , quando busca culpados em lugar de soluções , justifica os erros em lugar de aprender com eles e se faz de vítima ( coitadinho ) para não ferir seu ego . É fácil manipular pessoas com baixo nível de autorresponsabilidade , não é ? Basta fazer discurso solidário com coitadinho.
    Faço trabalho voluntário distribuindo alimentos a pessoas necessitadas , mas que incrivelmente não se consideram coitadinhas . Não tem emprego em multinacional , carteira assinada , plano de saúde , férias , 13º e outros direitos trabalhistas. Esta atitude me estimula muito a continuar o trabalho voluntário . Nossa Constituição fala em 76 vêzes a palavra “direito” e apenas 4 vêzes a palavra “dever” , “produtividade” 2 vêzes e ëficiência” apenas uma vez. ( http://www.cieam.com.br. / brasil os direitos e os deveres ) Tem algo errado aí !!!!

  7. O assunto é um pouco mais complexo, mas fica fácil entender se analisando os resultados.
    O BNH explodiu em 1981 e foi enterrado em 1985. Colocou-se um banco comercial, a Caixa, que já é ruim como banco e totalmente incompetente para estabelecer políticas públicas de moradia.
    E se esqueceu o assunto. Crédito Imobiliário virou difícil na Caixa e impossível nos bancos
    Lá pelo ano 2000, a Booz Allen fez um levantamento simples.
    84% da construção residencial brasileira era AUTOCONSTRUÇÃO (o popular churrasquinho na laje) e AUTOGERIDA (o casal arruma uma terreno, pede para um amigo engenheiro assinar a planta e a mulher acaba tocando a obra junto com a peãozada)
    16% da construção residencial era feita por construtoras.
    Formamos engenheiros civis para trabalharem em bancos, eles não tem lugar nas obras.
    O Crédito Imobiliário a Valor Presente era 1,0% do PIB se tanto.
    O Crédito Imobiliário a Valor Presente é 90% do PIB alemão, 60% do PIB inglês e 40% do PIB americano. A Alemanha é uma FÁBRICA DE CASAS e não de Porsches e Mercedes. Ainda mais porque mudaram o módulo de habitação de 50 metros quadrados para 70 metros quadrados e já demoliram quase a totalidade das porcarias da antiga Alemanha Oriental e estão fazendo coisa nova.
    Aqui, mesmo com esse monte de Minha Casa Minha Vida o Valor Presente do Crédito Imobiliário deve estar em uns 3% do PIB.
    Precisa ser muito esperto para perceber porque as cidades se enfavelaram? Foi só uma combinação de falta de políticas públicas e falta de um sistema de crédito simples e desburocratizaddo. Aqui nem rico tem acesso fácil a Crédito Imobiliário. O que se vai dizer dos pobres. E os programas de habitação popular são de passar vergonha quando comparados com Inglaterra e Alemanha.
    Política e ideologia não tiveram nada a ver com esse desastre. O motivo foi incompetência pura, falta de visão, não identificação de oportunidades e outras mazelas.
    Agora arrumem as favelas, vai custar o dobro.

    1. bom comentario. Vi na Turquia pré-Erdogan, um sistema aparentemente melhor que o nosso na época (Dilma) com mais e melhores habitações, além da ausencia das supermansões comuns por aqui. A diferença visual não chocava.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

Como Lidar Com Fake News

A posição liberal e comunitária ao problema de fake news não é censura prévia, curadores da verdade, medidas de cancelamento e sequestro de receitas. Isso

Artigo Completo »

A Previdência Americana

  Todo jovem brasileiro, com menos de 45 anos, deveria acompanhar atentamente a discussão da reforma da previdência americana. Os argumentos e contra argumentos usados

Artigo Completo »