O Mito das Crises Capitalistas

Crise do capital
Crise capitalista


Não são somente os marxistas que culpam as crises financeiras, que temos há tempos, ao sistema “capitalista”.

Acredito que 99% das pessoas com formação acadêmica, mesmo liberais e conservadores, acreditam na mesma coisa.

Vocês vão me acusar de estar usando um jogo de palavras, portanto me perdoem, mas esperem um pouco antes de me criticar.

Nenhuma empresa genuinamente capitalista, é portanto capitalizada, jamais entrou em crise ou prejudicou seriamente alguém, sejam trabalhadores ou credores.

Um dos assuntos que ensinamos em Administração Financeira é calcular o capital mínimo e necessário para abrir uma empresa.

Como também ensinamos como sempre manter o capital adequado na medida que a empresa cresce de tamanho.

Dito isso, se as empresas fossem administradas pelos nossos alunos, nenhuma empresa seria pega de surpresa ou com capital insuficiente, numa crise política ou financeira.

Empregados e credores sempre seriam pagos em dia.

As crises são causadas por empresas não capitalizadas, o contrário, por falta de capital.

Muito típico de empresas recém criadas por engenheiros ou empreendedores, com pouco capital, muita dívida e nenhum conhecimento de administração financeira.

Isso não é culpa do capitalismo e sim do nosso sistema educacional.

O mesmo ocorre com empresas que querem crescer mais do que as pernas, sem capital suficiente.

E nos casos de empresas familiares, em lenta e franca decadência?

Nós administradores estaríamos sempre de olho numa data limite, para liquidar a empresa enquanto ainda temos capital e capacidade de pagar todos os empregados e credores antes de fecharmos as portas.

Ou seja, pode parecer um argumento puramente semântico, mas segundo a teoria capitalista, nenhuma empresa bem capitalizada causaria danos para a população em geral numa eventual recessão.

É a falta de capital adequado, que gerou todas as crises, especialmente por parte dos bancos, que comentarei no futuro.

Em vez de ser contra os capitalistas, deveríamos ser a favor dos capitalistas raiz e bem capitalizados, somente comprando produtos deles, somente aceitando empregos de empresas bem capitalizadas.

Só que ninguém faz isso, nem sabe detectar “capital insuficiente e inadequado”, voam em companhias aéreas com prejuízo, pagam seguro saúde de governos quebrados.

Onde quero chegar é que o Socialismo e Comunismo, que são contra o acúmulo de capital, acabam sempre tendo empresas pouco capitalizadas, por isso crescem pouco e sofrem mais nas crises econômicas.

Acho que 99% de vocês nunca leram esse ponto de vista, que merece ser mais discutido e apreciado.

Obrigado pela atenção.

Compartilhe:
WhatsApp
Email
Facebook
Twitter
LinkedIn

Comentários

10 Responses

  1. Professor, obrigado por argumentar de modo simples essa falácia que eu ouço os vendedores socialistas de apocalipse falar a todo hora. Agora tenho munição.

  2. Debate pobre, em busca do amém de seguidores, em busca de validação da crítica ácida contra o socialismo e capitalismo. A catástrofe climática no Rio Grande do Sul é um exemplo onde todos correm, não para os capitalistas, mas para o Estado, capitalistas, governador de Estado e prefeitos correm para exigir, suplicar recursos financeiros, perdão total de dívidas, isenções. A ironia é que o Estado concedeu e vai conceder bilhões para os afetados no estado do RS e mesmo assim, vai continuar sofrendo críticas ácidas pesadas sobre não obter superavit primário, sugam nas mamas do governo e cospem no prato que recebem. Quais as grandes empresas com capital acumulado que estão doando generosamente para reconstrução do RS? Quais os bilionários que estão doando generosamente para causas sociais, até o ponto de se tornarem meros milionários de 999 milhões???

    1. Exato.
      Mas relendo o texto do professor, ele começa a criticar a falta de Educação Financeira, que produz “empreendedores” que montam empresas sem o devido conhecimento, e termina criticando o Socialismo. Soou meio incoerente.

  3. Há um comentário que discordo na publicação. A função das empresas é desenvolver a capacidade da sociedade e a do estado é de prover as necessidades complementares como saude , educação, bem estar, segurança e similares. Nunca prover as eporesas de suas dificuldades. Para isto existem as seguradoras.

  4. Comprovadamente, em todos os níveis da atividade humana, o único fator comprovado do progresso é o conhecimento e a educação. O primeiro alvo de destruição de qualquer cartilha esquerdista, socialista, chavista, lulista, madurista, leninista, petista e todos os istas da face do globo. Parabéns por lembrar que continua válido.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

Como Manipulam o PIB

A maioria dos governantes manipula uma das estatísticas econômicas mais importantes de uma economia, o Produto Nacional Líquido. Nenhum político ou governante sobrevive uma recessão. 

Artigo Completo »