Você Sabe Votar?

http://thiers.blogspot.com.br/2010/09/reclamatorio-8-o-brasileiro-sabe-votar.html

Como é que você vota para prefeito, governador e presidente da República?

No mais honesto ou naquele que fala melhor?

Ou no melhor administrador, aquele que saberá aplicar as leis deste país, cumprir o orçamento, tocar o dia a dia, aquele com melhor formação em administração?

A maioria das cartilhas da Internet que ensina a votar dá ênfase ao candidato, e não ao partido: “Analise seu passado”, “Avalie suas propostas”, “Analise suas promessas de campanha”. Ninguém sugere que se analise suas qualificações como administrador, se ele já administrou 2000 funcionários, se ele já criou um produto novo, se ele já coordenou um projeto com data certa de término. Não fazemos isto, no máximo escolhemos o Partido, PSDB, PMDB ou PT.

Por isso, nossos partidos são fracos e nossos políticos infiéis.

Escolher um partido requer outros critérios de escolha.

No mínimo alguns conhecimentos de teoria política, que resumidamente irei simplificar, abordando uma única questão.

Uma questão básica, que todo cidadão precisa resolver.

Uma questão para a qual, adianto, não existe resposta feita, nem comprovação científica clara, e por isso acaba sendo uma pergunta ideológica, de fé.

A pergunta crucial é esta: quem, na sua opinião, decide melhor, o Estado ou o indivíduo e sua comunidade?

Quem escolhe melhor nossos médicos, você e os amigos que te aconselham, ou o Ministério da Saúde?

Quem escolhe melhor os professores de nossos filhos, você e os amigos que te aconselham, ou a Secretária e Ministério da Educação?

Quem aplica melhor o seu FGTS, você e os amigos que te aconselham, ou os técnicos do governo?

Quem aplica melhor os recursos do INSS para a aposentadoria, você e os amigos que te aconselham, ou os técnicos do Ministério da Previdência Social?

Se você acha que o Estado decide melhor, que você é um perfeito idiota, então eleja um partido com gente competente, inteligente e honesta que irá decidir e gastar seu dinheiro por você. Mas sequer isto você faz, o que nos leva a declarar que você é de fato um perfeito idiota. Portanto, não reclame se o seu pecúlio no INSS sumiu, como de fato sumiu, se os seus médicos e professores são desmotivados e de péssima qualidade.

Pague seus impostos e não reclame.

E quando um outro idiota tomar o poder como Prefeito, Ministro, Governador, algo que às vezes acontece, não reclame.

Se você acha que o indivíduo e os amigos que lhe aconselham decidem melhor, então escolha um partido que luta por um Estado pequeno, por programas de governo enxutos, que decidam cada vez menos, permitindo ao indivíduo e os amigos que os aconselham decidir cada vez mais.

Com exceção dos anarquistas, todos os partidos políticos acreditam que em algumas questões o Estado decide melhor.

Até neoliberal convicto acredita que Justiça e segurança ficam melhor na mão do Estado. Você e seus amigos vão sempre decidir questões de justiça a favor de você, e isto não funciona.

Na maioria dos países os partidos acabaram convergindo para somente dois: o que acredita mais no Estado e o que acredita mais nos indivíduos e os amigos que lhe aconselham.

Somos um país onde se acredita mais no Estado em inúmeras áreas de atuação, como saúde, educação, previdência, bancos estatais, petróleo e crédito imobiliário.

Por que você não pode aplicar os 32% do seu salário que são depositados no INSS todo mês para sua própria aposentadoria?

Porque quase todos os partidos políticos acreditam, nesta questão particular, que o Estado decide melhor como aplicar nosso dinheiro.

Um dos grandes problemas da democracia é que as pessoas que se candidatam a um cargo eletivo tendem a ser justamente as que acreditam que o Estado decide melhor.

Quem não acredita nisto simplesmente não se candidata: por isto nós administradores raramente nos candidatamos a cargos de governo. O que é uma pena.

Vamos fazer o quê num governo que acha que quem deve decidir são os indivíduos e não nós?

Por isto somente Gestores se candidatavam para cargos de governo, porque o Gestor manda, dá ordem, gerencia, é o manda chuva, é o mandarim, é poder afrodisíaco dos Ditadores.

Este fato da sociologia política gera inexoravelmente um Estado cada vez maior, com impostos cada vez maiores e promessas eleitoreiras cada vez mais espetaculares.

Portanto, simplifique a sua escolha de candidatos elegendo primeiro o partido que mais se aproxima de suas convicções sobre como devemos ser governados, seja fiel a elas e exija que o candidato também o seja.

 

Publicado originalmente na em setembro de 2000, página 22. Nada mudou, somos um povo de idiotas votando em mais idiotas. Até quando? 

(Lido por 111 pessoas até agora)

UA-1184690-14