Capital de Giro Próprio das Maiores Empresas Brasileiras

Série Histórica das 500 Maiores Empresas Brasileiras

Esse gráfico ilustra a distribuição da falta de capital de giro próprio, a parte do capital de giro que não é financiada pelo sistema bancário.

Nosso sistema bancário idealizado principalmente por engenheiros e economistas, não contempla o financiamento de estoques de matérias primas, nem produção em andamento.

Nossos bancos somente financiam o produto pronto e vendido, através do desconto de duplicatas e instrumentos de crédito.

Acontece que 55% das empresas sequer possuem capital de giro próprio, e depois de uma recessão, como a da Dilma, não tem nem condições de comprar matéria prima para “girar” a capacidade ociosa, e saírem da recessão.

Uma solução seria o governo irrigar as empresas de capital de giro próprio com aumentos de prazo do IPI e ICMS, devolvendo o capital de giro próprio que o próprio governo retirou ao longo dos anos, reduzindo os prazos de crédito.

(Lido por 2450 pessoas até agora)

5 Comments on Capital de Giro Próprio das Maiores Empresas Brasileiras

  1. Chamou a atenção este negócio de antecedência de recolhimento do imposto ou substituição tributária, dita com toda força ser inconstitucional. Se é mesmo então as tripas da economia não suportaria está mafiosidade do Estado de desgoverno. Não ouvi falar de qualquer coisa judicial contra isto. Mas vejo muita ação empresarial para tirar capital de giro e direitos trabalhistas dos empregados, talvez para suprir cruelmente a queda do giro da coisa chamada conluio estado/empresa.

  2. Ótima proposta que precisa ser ouvida e Implementada por esta Equipe Econômica….. Parabéns Stephen Kanitz

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14