Por Que Ideologias e Valores São Importantes

 

Tempo de leitura: 1 minuto

 

Uma das diferenças entre Economia e Administração é como tratamos o ser humano.

Em Economia todos nós somos “agentes econômicos” facilmente previsíveis, porque somos todos egoístas, maximizadores de lucro, fazemos tudo por auto-interesse (Adam Smith).

Em Administração achamos que seres humanos são autônomos, que todos nós temos objetivos diversos e, portanto, somos imprevisíveis.

Nosso grande problema é como juntar 2.000 seres humanos imprevisíveis para cooperarem para um bem comum.

A nossa solução, que não é nossa, tem mais de 10.000 anos, é criar uma sociedade com ética e valores comuns.

Valores comuns permitem certa previsibilidade, certo compromisso com um objetivo comum.

Nós administradores achamos que se você não consegue prever o comportamento do seu filho, é porque ele não tem seus valores.

Nós achamos, ao contrário do que acha a ciência econômica, que não se pode prever o comportamento do ser humano, só se pode prever ou saber os valores que eles têm.

São os valores compartilhados, sejam religiosos, políticos ou empresariais que irão determinar o comportamento do ser humano.

Achar que nós brasileiros somos previsíveis, que basta aumentar os juros, dar subsídios aqui e ali, reduzir alguns “preços estratégicos” e que isto nos fará correr para “maximizar nossos lucros”, o santo graal da ciência econômica, é que está nos levando a esta profunda depressão psicológica.

Estamos em estado de choque com o que estes economistas estão fazendo conosco, nada a ver com o PT e o PSDB, que faziam a mesmíssima coisa, em grau menor.

Eu não sou um joguete para economistas brincarem, nunca fui.

Eu não caio nesta de comprar títulos estatizados só porque o Banco Central “aumentou” os juros nominais para me enganar.

Meus valores nunca foram “maximizar lucros” e sim maximizar meu tempo com minha família.

Recusei vários empregos onde poderia ganhar o dobro. Aumentar “meu preço” não irá alterar meu “comportamento”.

Eu continuo cada vez mais firme na minha posição.

Ou o Brasil decide que a visão do Administrador é mais realista do que a visão de Guido Mantega, Joaquim Levy, e agora Nelson Barbosa e logo, logo, José Serra, ou vocês ficarão sempre em dessintonia entre seus valores e os “estímulos macroeconômicos” que estes acadêmicos todos, querem que você obedeça.

Eu já decidi, vou obedecer meus valores, não estas leis “econômicas”.

Só falta 199.999.999 brasileiros se revoltarem, como eu.

 

Compartilhe:
WhatsApp
Email
Facebook
Twitter
LinkedIn

Comentários

3 Responses

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

Só Existem Duas Classes?

É difícil entender por que um número de professores universitários ainda acredita que o mundo é composto de somente duas classes definidas pelas suas relações

Artigo Completo »

O Capitalismo Gera Pobreza?

Agradeço a todos os elogios pelo meu artigo Capitalismo. Recebi vários comentários como “235 milhões de pequenas, médias e grandes empresas geram pobreza”. Ou seja,

Artigo Completo »

Capitalismo

Fico realmente preocupado quando vejo muitos da nova geração saindo de faculdades e universidades sem terem a menor noção de como o mundo funciona na

Artigo Completo »

Taxar Lucro é Roubo

Mês passado decidi tomar a pílula vermelha, e estou abismado como o verdadeiro mundo é outro. Por exemplo, sempre achei que o imposto sobre lucro

Artigo Completo »