Calculando Desigualdade da Renda Corretamente

Os Índices de Gini, que medem a desigualdade de renda de um país, cometem um grave erro.

Não é somente a renda que é mal distribuída.

Tem outra coisa que também é mal distribuída e extremamente determinante do nível de renda.

Trata-se de nossas “idades”.

Basta ver uma tabela demográfica para ver que as idades também são mal distribuídas.

Economistas que calculam esses índices, como Stiglitz, Piketty e Serra, colocam no mesmo saco pessoas de 65 anos, que ganham quatro vezes mais do que estagiários de 22 anos que ganham muito menos.

Estão mentindo descaradamente ao não equalizarem distribuição da renda por idades, que seria o correto.

Depois saem lutando para que a renda seja mais bem distribuída, tirando dos ricos e dando parte para os pobres, descontadas as despesas do Estado.

Querem distribuir renda de velhos com família como eu, distribuindo-a para jovens solteiros, sem família e sem maiores obrigações.

E consideram injusto que um adulto de 65 anos, ganhe quatro vezes mais que um estagiário, que é mais ou menos a proporção no mundo inteiro.

Desde 2007 estou alertando dessa fake issue, e que a estatística de que os mais ricos ganham 17 vezes mais do que os mais pobres é falsa.

Não são os mais “ricos” que detêm a maioria da renda.

São os mais velhos que recebem mais, por experiência e poupança adquirida, e que nesse caso foi de forma justa.

Corrigindo esses dados por idade, continuamos a ter uma disparidade da renda entre indivíduos da MESMA idade bem menor, atualmente de 4,7 vezes e não 17 vezes.

Dessas 4,7 vezes, uma vez pode ser porque alguns trabalham mais que os outros.

Outra vez pode ser porque alguns fizeram faculdade, financiada pela própria Esquerda, que privilegia os mais inteligentes, em detrimento dos outros.

Outra vez pode ser que alguns, como eu, pouparam desde jovens, e hoje tem uma terceira fonte de renda, os dividendos.

Outra vez, seguramente vem do fato de que funcionários públicos ganham salários e aposentadorias bem superiores do que a média. Brasília é a cidade mais rica per capita do Brasil.

O que me deixa triste é perceber que os liberais brasileiros, a direita progressista brasileira, nunca apontou isso.

Nunca criou Think Tanks com pessoas inteligentes e competentes, pagas exclusivamente para desmascarar essas pesquisas fake, por outras pesquisas bem mais verdadeiras.

(Lido por 1055 pessoas até agora)

4 Comments on Calculando Desigualdade da Renda Corretamente

  1. Super interessante a pontuação, só faltou você Kanitz se lembrar que não é rico, que você é trabalhador…
    Rico vive apenas de juros etc, e é totalmente injusto o filho do rico ter mesadas de 10mil reais para pagar a escola primária, pq a gente sabe que tem colégio de gente RICA de verdade… assume logo esse pobre que existe em você, e comece a criar novas tecnologias sociais e saídas… não defendendo o seu salário que o Brasil vai melhorar…

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14