Rentabilidade do Capital Anual das 500 Maiores Empresas

Série Histórica do Crescimento das 500 Maiores Empresas

A rentabilidade das 500 maiores empresas brasileiras tem caído constantemente desde 1974, ano em que comecei a acompanhar essas 500.

Isso faz parte do capitalismo e o aumento da concorrência, mas como se nota na rentabilidade das 500 maiores empresas americanas, nossa queda foi muito mais prejudicial.

Enquanto as 500 americanas tiveram uma queda de 10% na sua rentabilidade, nossas 500 tiveram uma queda desastrosa de 66%.

O retorno sobre capital é o retorno sobre o investimento vezes o grau de alavancagem.

Para piorar a situação, nossas empresas aumentaram sua rentabilidade sobre patrimônio dos acionistas, se alavancando e aumentando o risco de fazer negócio no Brasil.

Foi a alternativa das empresas para compensarem as suas quedas de margem de lucro. Alavancagem aumenta o retorno de capital aumentando também o risco.

Empreender no Brasil se tornou mais arriscado. E mesmo assim, o retorno não é nada satisfatório.

O Governo Lula foi um ponto fora da tendência porque introduziu o Crédito Consignado, gerando um brutal endividamento das famílias, que nada mais é que a antecipação do consumo, e não incremento do consumo per se.

A consequência da antecipação do consumo foi a recessão nos anos “antecipados”, que caiu no colo da Dilma, quando as famílias reduziram seu consumo para pagar pelas dívidas e juros contraídos.

O retorno atual com risco é de 4% ao ano.

(Lido por 454 pessoas até agora)

1 Comment on Rentabilidade do Capital Anual das 500 Maiores Empresas

  1. O interessante é que o ponto de inflexão é a publicação da “Constituição Cidadã” de 1988.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14