Socialismo X Capitalismo. Qual a SEMELHANÇA?

Provavelmente um milhão de livros foram escritos sobre as diferenças entre o Capitalismo e o Socialismo.

O resumo é mais ou menos que socialismo é bom, capitalismo é ruim, ou vice versa dependendo do interlocutor.

Quero um minuto de atenção para mostrar algo novo, partindo da SEMELHANÇA entre os dois sistemas. Prometo que vai mudar a sua forma de pensar sobre o assunto.

Poucos jovens brasileiros aprendem que o socialismo moderno precisa de tanto Capital quanto o Capitalismo.

Uma fábrica socialista também precisa de tornos mecânicos, computadores e sistemas elétricos que custam e necessitam de capital.

Hospitais socialistas também precisam de ressonâncias magnéticas, leitos que precisam de capital, e de poupança prévia, para serem construídos.

Portanto, os dois regimes são essencialmente Capitalistas.

Ambos precisam gerar poupança e capital para funcionarem. A época que só precisávamos de uma Foice e um Martelo para produzir é da época de Adam Smith.

Ambos portanto são sistemas Capitalistas, necessitam de acumulação de capital para investir e produzir bens públicos, aqueles que todos podem comprar.

A diferença está na forma como este capital acumulado é administrado.

No Capitalismo de Estado, que são as empresas estatais, quem escolhe os “administradores” é o Ministro da Fazenda, normalmente entre políticos da base aliada ou colegas de profissão.

Mais de 90 economistas já foram presidentes de estatais, todos sem formação. Mas são professores de confiança e bem intencionados. Eles só querem o nosso bem e nosso desenvolvimento.

No que chamam erroneamente de “capitalismo” brasileiro, que são as empresas de capital aberto em Bolsa, quem escolhe o administrador são todos os acionistas que supriram e pouparam o capital necessário para criar a empresa.

O que não ocorreu na Vale.

Portanto, precisamos modificar a nomenclatura.

Capitalismo Autoritário é quando um único indivíduo, o Ministro do Tesouro,  indica amigos ou políticos da “base aliada” para os “cargos de sua confiança”.

O outro vou chamar de Capitalismo Participativo ou Democrático.

No Capitalismo Democrático, aqueles que contribuíram com o capital da empresa têm o direito de recebê-lo de volta um dia, e têm o direito de decidir como este capital será melhor empregado.

No Capitalismo Autoritário, o capital é retirado na marra dos contribuintes que não recebem as devidas ações de volta, apesar do dinheiro ser deles.

No Capitalismo Democrático, as decisões da empresa são compartilhadas pelos seus milhares de acionistas, e todos têm direito a voto.

No Capitalismo Autoritário, os que contribuíram com o Capital não votam nem sabem que são acionistas de fato, e os que têm ações PN, ou seja 2/3 dos acionistas, não têm direito ao voto, uma ideia stalinista que ainda vigora no Brasil.

O Acionista Único é sempre o Tesouro, daí o nome.

Foram-se os tempos que o Capital que uma sociedade precisava eram somente uma Foice e um Martelo, símbolo de algumas alas socialistas até hoje.

Você então decida que tipo de Capitalismo você quer para os seus filhos.

Para mim tanto faz, contanto que sejam bem administrados. 

Quero deixar isto bem claro, em ambos os casos eu sei que 90% dos lucros são reinvestidos, por isto para mim tanto faz. O que me preocupa é que nem sempre são bem administrados. 

Se optarmos pelo Capitalismo Democrático, precisamos treinar mais administradores socialmente responsáveis, algo que venho lutando há mais de 30 anos.

Se optarmos pelo Capitalismo Autoritário, precisamos convencer os economistas que “administram” empresas como a Vale, Petrobras, BNDES, a se prepararem antes cursando pelo menos um MBA de Administração, e ter no mínimo 30 anos de experiência no ramo.

Algo que a velha esquerda e a velha direita brasileira nunca incentivaram.

(Lido por 2199 pessoas até agora)

UA-1184690-14