Entenda Este “Espírito Animal”

Empresários não correm atrás de “lucro”. Colocando uma cenoura na frente, leia-se incentivos fiscais, eles não andam como bobos querendo comê-la.

Empresários querem é mais mulheres, e isto como todos sabem se consegue com “poder”, não lucro. Lucro ajuda obviamente, mas a discussão é bem mais complexa do que isto.

Mas a dupla mulheres-poder explica muita coisa. Por que empresários relutam a largar o “poder” ficando no comando 40 anos, quando todos sabem que o ciclo ideal de um Presidente de empresa é de 5 a 10 anos?

Tempo para colocar as suas ideias longamente maturadas em prática. A última coisa que se quer é ter um Presidente colocando em prática as ideias que lhe vêm na hora. Um dos grandes problemas do Brasil!

Todos as profissões têm “espíritos animais”, o mais conhecido foi do próprio diretor do FMI, Dominique Strauss Kahn, que ontem admitiu finalmente o que fez e pagou US$ 6 milhões para a camareira como forma de reparação.

Quanto mais poder, mais os “espíritos animais” aparecem em empresários, Presidentes da República, Diretores do FMI.

Estes “espíritos animais” são mais pronunciados em homens tipo G, também conhecidos como homens Alfa.

São menos pronunciados em homens tipo P, que sabendo que irão perder a competição sexual, decidem segurar a mulher que tem, respeitando-a, cuidando dela e dos filhos com o maior carinho.

Homens tipo G usam o poder para ter o maior número de filhos, e querem que outros cuidem dele.

Homens Tipo G procuram altos postos, e são perigosos.

Gostaria um dia de escrever um livro de história, cujo tema seria a nossa luta constante contra a tomada de poder dos homens tipo G.

E a vã tentativa do Cristianismo de defender a monogamia, a paternidade responsável, o respeito à família, o combate ao adultério, todos os valores do Homem Tipo P.

E a luta constante entre homens tipo G de tomar o poder, para então exercer seus “espíritos animais” na plenitude.

Por isto, eu lutei a minha vida inteira contra os Homens tipo G para criar uma sociedade onde o poder é distribuído, terceirizado, desconcentrado, empoderando aqueles hierarquia abaixo.

Espero que vocês Jornalistas façam o mesmo. A Ditadura Militar ainda não terminou, continua a Ditadura do Homem tipo G, por muitos anos ainda.

(Lido por 89 pessoas até agora)

UA-1184690-14