A Farsa do Topo da Pirâmide

 

A Revista Economist, em crise, deve ter mandado embora todos os seus jornalistas seniores, e contratado focas de 20 anos de idade.

O topo da pirâmide, os 10% que detêm 40% da renda, segundo a Economist, não são os mais ricos como querem transparecer.

São os mais velhos.

Eu de fato ganho quatro vezes mais do que eu ganhava quando estagiário ou trainee no meu primeiro emprego.

Dez anos depois já estava ganhando o dobro, não porque a distribuição de renda capitalista fosse injusta, pelo contrário.

Eu ganhava o dobro por justiça social. Seria injusto eu ganhar a mesma coisa produzindo o dobro.

Hoje, meus quatro vezes de ganho a mais é plenamente justificado porque sou quatro vezes mais produtivo do que quando comecei, senão mais.

Aliás, uma dessas quatro vezes é inclusive renda do dinheiro que eu poupei, que aos 20 anos não tinha.

Dinheiro a mais que eu imediatamente distribuía, especialmente para sustentar meus filhos até crescerem.

Dizer, como diz a Economist, que a renda desses 10% é mal distribuída, é Fake News, que espero que vocês denunciem.

 

(Lido por 1458 pessoas até agora)

UA-1184690-14