Entendam: Existem Dois Tipos de Inflação

 

Tempo de leitura: 1 minuto

Existem dois tipos de inflação e não uma, iremos de mal a pior.

Existem dois tipos de inflação: a Inflação de Demanda e a Inflação de Gargalos.

Muitos acham que inflação é este gráfico abaixo, onde todos os preços sobem generalizadamente, em torno de uma média inflacionária, digamos de 6%, alguns menos outros mais.normdist_intro1

Por ser generalizado, ele tende a ser persistente, pois um preço acaba contaminando o outro, e logo logo, sindicalistas estão pedindo aumentos salariais, para não reduzir a renda do trabalhador.

Diretores de Compras de empresas há muito detectaram outro tipo de inflação, a Inflação de Gargalos.

Esta não é generalizada, mas se manifesta acentuadamente em alguns produtos que se tornaram gargalos para a economia.

É o gráfico que inicia este Artigo Para se Pensar.

Digamos que 20% dos produtos aumentam 15% no ano, gerando uma inflação média de 3%, apesar de 80% terem inflação zero. (Se os 80% subirem 3,2%, teremos a inflação que agora temos).

Mas observem que o problema não é os 3,2% “generalizado”, mas os 15% de aumento que ninguém comenta.

Quais são estes 20% dos produtos complicados?

São os gargalos de uma economia em crescimento, onde seus Ministros permitiram problemas acumular, como energia, portos, estradas, infraestrutura, mão de obra especializada.

Agora, se o governo não sabe disto e nem os que criticam o governo, teremos dois problemas.

O diagnóstico mal feito, e a inflação dos gargalos que não é resolvida por desonerações em automóveis e folha de pagamento. Mas sim, por investimentos rápidos nestes gargalos ou realocação da produção que contorne estes gargalos.

A inflação no Brasil sempre se perpetuou, porque os nossos sindicalistas lutavam por correção de salários, o que não funciona em Inflação de Gargalos. Só piora a demanda destes gargalos, quando o objetivo é reduzi-la.

Nestas horas nossos Ministros da Economia deveriam sair a público dizendo.

“Sentimos muito, mas devido nossa incompetência, permitimos vários gargalos se acumularem, e por isto nosso padrão de vida terá de cair, até estes gargalos serem resolvidos. Vocês terão menos energia, aço, água, por um período de tempo. Sentimos muito.”

A solução não é dando redução de impostos ao setor Automobilístico, que iremos debelar a inflação “generalizada”, e o leitor irá pensar por si que não resolverá também os gargalos dos 20% de produtos que estão em falta, e que precisam ser melhor alocados.

E a única forma justa de saber que estes recursos escassos serão alocados para os que mais os precisam, é aumentar os preços.

É o preço que o povo terá que pagar pelos problemas que deixamos acumular, e que deveria lhe custar a reeleição, em vez de tentar esconder a incompetência administrativa maquiando a inflação.

O povo ficará mais pobre por isto, até que os gargalos sejam resolvidos, não há outra verdade a não ser esta.

Por isto, teremos Inflação de Gargalos neste país por muito e muito tempo, até aprendermos a pelo menos observar corretamente os nossos verdadeiros problemas.

 

(Lido por 174 pessoas até agora)

UA-1184690-14