Aos Aplicadores em Títulos Públicos a 12,25% ao Ano

 

Acho incrível quando famosos consultores econômicos, que administram fortunas de grandes famílias, propõem a seus clientes aplicar 90% em renda fixa e 10% em renda variável.

Sem contar ao menos que esses 90% que eles recomendam logo logo serão impagáveis.

Sem a Reforma da Previdência, segundo nosso Ministro da Fazenda, o Brasil se tornará insolvente.

E ninguém está lutando, muito menos essas famílias com grana para fazê-lo, para convencer nossos senadores e deputados.

Ontem passei o almoço inteiro ouvindo investidores recomendando comprar Brasil 2035, “porque a taxa é boa” e que “investir na Bolsa é muito arriscado agora”.

Arriscado é investir num governo que pelo jeito não aprovará a Reforma da Previdência, porque ninguém está preocupado com a solvência do Estado.

Nem os mais interessados.

Sigo Miguel Torres, sindicalista do PT, que todo dia conclama seus liderados, coitados, “Nenhum Direito a Menos”.

Com medo de perder os anéis, perderão tudo.

Se a Esquerda que acredita num Estado Forte não luta para manter o Estado Forte, pelo contrário, conclama a sua falência, imaginem o resto.

Eu prefiro aplicar em empresas que dão 2% de dividendos e reinvestem os 6% restantes.

Só aí eu ganho 8% real em vez desses “pega trouxas” 12,25% nominais, mais o crescimento ano a ano dessas empresas.

Se você acredita em renda fixa, se acredita em emprestar para um Governo cujo fluxo de caixa será sempre negativo, você merece perder tudo e voltar a ser pobre.

Triste forma de seleção da espécie.

 

Compartilhe:
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Comentários

Mais Recentes

Outros Assuntos

Outros Canais

Receba os artigos por e-mail
Leia Mais

Artigos Relacionados

Ânimo, Minha Gente!!!

Nos meus 40 anos de administrador e macroeconomista nunca vi tantas pessoas desanimadas e descrentes quanto ao futuro do Brasil como agora.  Em 1993 também

Artigo Completo »