O Risco de Ser de Direita

 

A esquerda atrai muitas pessoas que são adversas ao risco.

É perfeitamente natural e até tem um componente genético.

Quem se arrisca demais não sobrevive.

Por isso os adversos prestam concurso público em troca de um salário fixo, faça sol faça recessão.

Se a Direita maximiza lucro, a Esquerda minimiza risco pessoal.

Sempre foi assim.

Antes do PT lotear e aparelhar o Estado, esse salário seguro era bem menor que no setor privado.

Esse era o preço que um esquerdista pagava pela estabilidade.

O PT mudou tudo isso.

Aumentou os salários para serem compatíveis ou até maiores do que o “livre mercado” que tanto odeiam.

E assim a Esquerda quebrou as finanças dos Estados, Prefeituras e do Governo Federal.

Quem é de Direita sempre se virou sozinho, servindo os outros, correndo os riscos de não mais agradar o cliente.

Por isso um direitista e um liberal se preocupam em se aprimorar tecnicamente e serem sempre úteis aos seus clientes de quem dependem.

Só que a Esquerda quebrou o Estado, que não tem como arcar com os 50% da população que tem aversão ao risco.

Hoje não há nada mais arriscado que continuar sendo de Esquerda.

Ironia do destino. Daí esse desespero.

 

(Lido por 2753 pessoas até agora)

12 Comments on O Risco de Ser de Direita

  1. Acessando pela primeira vez.Sempre trabalhei no setor Privado,há 45 anos…Nem sei o porquê estive na esquerda.Agora preparando-me para a nova bandeira Direita Gostei de todos os registros!

  2. Bom dia Professor
    Existem excelentes cursos de Administração Publica no Brasil . Muitos dos formandos tem alguma experiencia na area (estágios) porém são muito pouco requisitados pelos diversos Órgão Governamentais. Ou seja, tem poucas oportunidades de mostrar suas habilidades e competencias . O senhor acredita que essa realidade pode mudar ???

  3. O problema do Brasil é que, boa parte do empresariado “de direita”, quer os benefícios do “livre-mercado’, mas nãos os “riscos do livre-mercado”, por isso, se associam aos governantes. . . Foi isso que sempre aconteceu neste nosso País; não só nos governos do PT.

  4. Ser esquerda é sempre mais fácil! A direita é contribuinte e a esquerda…usufruinte!

  5. Caro Professor, bom dia!
    Talvez não tenha compreendido com clareza vosso comentário, mas confesso que nunca fui de esquer e nem tampouco da extrema direta. Ao optar pelo concurso público o fiz por ser a única porta de entrada para a à profissão que escolhi, a qual possibilitou três graduações, uma pós, metrado e doutoradO. Parte delas em ciências sociais na área de Segurança Pública. Em vestibulares, passei em federais para medicina, engenharia florestal e ciências da computação, mas o certame mais difícil foi o que me atraiu. Como Coronel da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e atualmente auxiliando o governo municipal de Ourinhos, SP, não posso compactuar que meus amigos trabalham mais e são melhores que eu. Essa é ao menos a opinião deles, dentre milionários, professores universitários, empresários nos EUA, entre outros. Somos pôsteres de um sistemas e pessoas exemplares que pagamos mais impostos que a grave maioria é trabalhamos muito mais. Nem discutimos honestidade e caráter, mas sim idéias e possiblidades. Compreendemos a limitação momentânea do comentário pelo contexto atual.
    Obrigado pela oportunidade !

  6. tá certo. Mas quando a lâmpada da sua rua queimar, vá você subir no poste e trocar. Recolha você o seu próprio lixo e faça também a varrição!

  7. Ô sonho, ver funcionário público dependendo de avaliação de desempenho para manter-se no emprego…porque é assim que nós, da iniciativa privada vivemos (e melhoramos o nosso) EVERY SINGLE DAY! 🙏🏼

  8. No Brasil desde a chegada da família real, o funcionário público sempre foi o cancro da nação. Sem cobrança, sem mérito, incapazes, soberbos e incompetentes

  9. Sensacional!!!
    Bela análise!!!
    É por aí mesmo! Quem é de esquerda, quer um mundo parado, sem evolução, sem crescimento e com mamatas para quem governa. O pior de tudo é tanta gente não enxergar isso e quem é de direita não ousar explicar isso aos menos instruídos, maiores vítimas da esquerda.

  10. Sou contra a estabilidade e os privilégios do funcionalismo público, mas não acredito que esteja no fim, ainda vão comer muito dessa mamata. Tem wue começar a mudar pela previdência.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14