Entraremos Numa Depressão?

Todos nossos gurus queridos eram otimistas no ano passado com previsões de crescimento de 2,5% para 2019.

Alguns desses especialistas, na maior cara de pau, agora preveem uma recessão para 2019.

Sem nenhum estudo, sem mostrar ao jornalista um gráfico como esse que inicia meu estudo.

Muito menos revelando o nível de significância de suas previsões, como nesse caso mostro um R2 de 49%, bem elevado.

Jornalistas aceitam esse bla bla bla, porque nenhum estudou o assunto que não cobre matemática, muito menos estatística.

Obrigamos nossos jornalistas a se formarem em jornalismo, ao invés de na matéria que cobrem todo dia.

Um mês atrás eu brinquei com os nossos índices de crescimento, usando um simples pacote estatístico.

Brincar é uma forma mais branda de dizer “torturar as estatísticas até que elas digam o que você quer provar”.

É o uso da ciência para enganar o mundo, que muitos especialistas fazem.

Elaboram teorias somente depois de verem uma relação nos dados, que nem sempre é o correto. Permite muita pesquisa fake.

O certo é elaborar uma teoria e depois comprová-la com dados, e não procurar nos dados uma teoria.

Eu nem sou muito fã de grafismo em Bolsa, muito menos em Economia.

Mas me surpreendeu o resultado dessa brincadeira, com 49% de significância, que aponta que estamos entrando não numa recessão, mas numa depressão, um colapso na economia.

Isso me assustou, porque confirma uma teoria prévia que publiquei um ano atrás sobre o Colapso da Empresa Brasileira, aqui:

No estudo completo que está meu blog descrevo a pesquisa completa.

Portanto, eu de fato tinha uma teoria, mas só usara dados das empresas e não do PIB, e não havia feito uma previsão do dia desse Colapso final.

Numa palestra na FECAP, com Geraldo Alckmin, encontrei com um economista holandês que estuda o Brasil.

Eu sempre converso com pessoas assim, que não possuem o que eu chamo de “cegueira cultural”, e conseguem ver mais claramente o que nós não enxergamos, por estarmos justamente no meio desses dados.

“Vocês sabem que estão entrando numa depressão?”, indagou ele.

“A maioria dos economistas brasileiros não, até seis meses atrás estavam prevendo crescimento de 2,5%, e nosso Ministro da Economia acha que depois da Previdência ser aprovada a economia “bomba”, algo que tenho discordado.”

Portanto, decidi divulgar aqui e no FB esse estudo, para discutirmos mais as chances de um Colapso das Empresas Brasileiras, e um Colapso e depressão na Economia.

Isso é muito sério pessoal, é a vida de muitas pessoas em jogo, e ninguém está estudando o que precisa ser estudado: as nossas empresas.

(Lido por 2299 pessoas até agora)

7 Comments on Entraremos Numa Depressão?

  1. Professor,
    Um modelo polinomial simples para a mesma Serie mostra esse mesmo resultado. Se o Senhor incluir o dado de 2018 e rodar o modelo novamente, vai ver que o grafico “embica” para cima em 2019 😉

    Esperava mais…

  2. Professor,abra um canal urgente com a equipe econômica desse governo,para mostrar-lhes esses dados. O pessoal é seríssimo.Acho importante até uma apresentação dessas informações ao presidente. Favor não perder tempo.Parabéns pela preocupação com o país.

  3. Prezado Stephen.
    Realmente a administração permite enxergar longe no horizonte. Creio que as medidas saneadoras as quais o atual governo se propôs a fazer, surtirão seus efeitos daqui a dois anos, pois como o nobre amigo sabe, desacelerar um trem com dois mil vagões demora para parar, e na lógica começar a andar novamente também demora.
    Vejamos que boas noticias já estão a caminho como o acordo entre a União Européia e o Mercosul, temos também um trabalho com os Estados Unidos que trarão grandes frutos.
    Arrumar e limpar a casa enquanto ainda existe pessoas que além de torcer para que tudo saia errado, de alguma forma comparecem com suas atitudes, fica difícil, mas não impossível.
    O trabalho básico está sendo realizado com dedicação, e este com certeza é um dos vários motivos que deixa outras correntes políticas apavoradas, pois um mínimo entendem, e sabem que bons ventos virão para o governo atual ali adiante.
    Fraternal abraço,
    Rogerio

  4. Fiz uma leitura um pouco diferente do gráfico de crescimento do PIB professor. Considerando apenas o período do Plano Real, observo que o PIB estava em ascensão até 2003/2005. Passou a cair com a “nova matriz econômica” e o período do PT (considerando tanto roubo e incompetência dessa época parece que caiu pouco). Acredito que olhar para o futuro sem considerar a dramática mudança no pensamento econômico dos governantes atuais é pouco significativo. Obrigado por seus maravilhosos ensinamentos.

  5. É …
    Sem dúvida!
    Mas o empresariado e os mais de 50 milhões que estão no subemprego já identificaram esse colapso faz tempo e na prática!

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14