Jamais Deem Entrevistas a um Atravessador da Notícia

Vejam o amadorismo da jornalista da Veja que foi designada a entrevistar Olavo de Carvalho.

O nível das perguntas, a incapacidade de ouvir, sem falar da capacidade de entender.

Eu recuso entrevistas escritas há mais de 20 anos, porque as chances de dar certo é 0%.

A pergunta que vocês leitores deveriam fazer é, por que então alguém de bem daria uma entrevista?

Na relação só o jornalista é remunerado, os entrevistados são espoliados e explorados, nada ganham pelas três horas perdidas ou pelo prestígio que prestam.

Quando cutucava jornalistas eles respondiam que estavam me tornando conhecido, notório.

Pura hipocrisia, só estavam me entrevistando porque eu já era notório e conhecido.

Quem se submete a ser assim explorado são pessoas que buscam fama, beiram ao narcisismo compulsivo.

São de Esquerda só para agradar o jornalismo brasileiro.

Jornalistas são atravessadores da notícia, verdadeiros gate keepers da sociedade, censores ideológicos que são.

Por isso concentro no meu blog e FB, e somente sinto falta de um revisor de português.

Mas essa função é feita pelos 30 primeiros leitores que ficam chocados, mas me salvam do corretor e da minha pressa.

OLAVO NA VEJA

Professor Olavo de Carvalho é a capa da Revista Veja da semana. O que eles não contavam é que o professor iria gravar toda a conversa e publicar em seu canal no youtube. Veja um trecho!

Posted by Filipe Barros 1700 Deputado Federal on Friday, November 30, 2018

(Lido por 3947 pessoas até agora)

6 Comments on Jamais Deem Entrevistas a um Atravessador da Notícia

  1. Professor Kanitz, é sempre um prazer ler suas ideias e conclusões, de todo e qualquer assunto, porque são aprendizados importantes de alto nível.

    Eu agradeço e desejo vida longa a isso.

    Um respeitoso abraço.

  2. Que coisa ridícula… Colocar esse astrólogo fracassado, conspiracionista, mentiroso e que odeia o Brasil, para criticar a imprensa brasileira, que no geral, passa longe de ser de esquerda (exceto as alternativas).

  3. Sempre agradeço por ter o privilégio de ler notícias e artigos em blogs, revistas digitais, FB etc e não ser massa de manobra desta imprensa esquerda caviar medíocre, que ainda não se tocou da decadência que está passando.
    Agradeço ao Prof. Kanitz pelo brilhantismo, inteligência, experiência, imparcialidade e coerência nos excelentes artigos que publica.
    Gostaria de vê-lo em mais canais como Youtube e Instagram, pq na mídia tradicional está beeeeem difícil acreditar.

  4. Prof. Kanitz, encantada com a sua humildade de declarar que sente falta de revisor. Não sinta, não pense nisso. O conteúdo, que é o que interessa, é da mais alta qualidade e relevância, é de utilidade pública.Seu texto tem clareza, “mata a cobra e mostra o pau”, seu pensamento é muitíssimo bem articulado,e se há algum deslize no uso do idioma, não tem a menor importância, na verdade isso nem se nota. Quanto ao Olavo de Carvalho, ele continua a dar entrevista porque é generoso, ele o faz por pura caridade cristã. Suas entrevistas prestam o inestimável serviço de mostrar a inanição do jornalismo brasileiro. Ele é safo o bastante para gravar todas as entrevistas como essa da Veja: a entrevistadora é despreparada, tola, pueril. Chega a dar pena, vergonha, vergonha alheia. A seu favor pode-se dizer que pelo menos não é arrogante, como outros que o entrevistaram. Quem fica mal na fita são os próprios veículos, como a Veja, da qual o senhor já foi colunista, da qual se livrou e certamente não se arrependeu…

  5. Que repórter mais despreparada! Acredito que as revistas de cunho político realmente enquadram o entrevistado no molde o qual pretendem publicar, muitas vezes distorcendo informações para justificar a ideologia da empresa jornalística. Assim vem acontecendo com a Globo, a Record e outras mídias.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14