Administração e a Velha Esquerda e Direita Brasileira

Nós administradores ficamos desesperados com o que está acontecendo neste país.

E mais desesperados com a velha esquerda e a velha direita brasileira que ainda lutam por bandeiras como Petrobras é Nossa, Vale do Rio do Doce é Nossa, ou o Estado Mínimo é a Solução.

Acham ainda que o Petróleo, que vai acabar em 18 anos, é estratégico, ou que a Empresa Familiar é o segredo do empreendedorismo.

E enquanto escrevem sobre a Guerrilha do Araguaia ou a valorização do câmbio, nada escrevem sobre coisas que realmente são estratégicas e que nós administradores ficamos muito preocupados.

Recentemente foi vendido para um grupo irlandês o nosso banco de dados de pessoas físicas e jurídicas, todos CONFIDENCIAIS, através da venda da SERASA, detentora até então deste banco de dados.

Isto passou em brancas nuvens na velha e na nova esquerda brasileira e na velha direita.

Todas as informações confidenciais que você prestou para os bancos brasileiros, e que eles centralizavam na SERASA foram vendidas para uma empresa estrangeira.

O próprio logo da Serasa diz o que ela era:  CENTRALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DOS BANCOS S.A.

Era o monopólio de todos os dados de todos os brasileiros e de todas as empresas brasileiras, que agora estão na mão de uma multinacional. Numa boa.

Informações bancárias sigilosas é algo que a direita mais preza, e nada foi comentado pela mídia de direita. Incrível!

Se a Serasa cometia um erro, e erros ela cometia a torto e a direito, bastava você ligar para o Elcio Anibal, administrador socialmente responsável, e a situação se resolvia.

0,,12769466,00 Agora você terá que ligar para Mr. Don Robert, que nem fala português, e nem entenderá que aqueles dados que ele comprou eram seus, e que você NÃO autorizou a venda para uma multinacional.

E pelo que vi no Google, eles irão recusar investigar o seu caso. Hehe.

A nossa velha esquerda, a nossa nova esquerda, e todos os jornalistas de esquerda ficaram absolutamente calados. Pior, tiraram do ar o meu comentário sobre o assunto.

Mais um trol meu, eu sei, mas fico muito preocupado porque vejo este país cometer um erro após o outro esquecendo que o mundo mudou, e o que é estratégico hoje são justamente informações e bancos de dados.

A imprensa, que adora economista, continua achando que matérias-primas são a chave do futuro, como Petróleo e Mineração, e acham graça quando administradores comentam coisas triviais em programas de televisão.

 

(Lido por 919 pessoas até agora)

UA-1184690-14