Temer, o Primeiro Presidente Não Populista do Brasil

 

Os baixos índices de popularidade de Michel Temer criaram um fato histórico.

Temer será o primeiro Presidente a não buscar desesperadamente a reeleição.

Será o primeiro a fazer o que um Presidente PRECISA fazer, e não o que um Presidente DEVERIA fazer para se reeleger.

Temer entrará na história por ter acabado, finalmente,  com a Ditadura Vargas.

Com as amarras para o crescimento, com a nefasta advocacia trabalhista, com os subsídios para empresários empreenderem apesar desse nosso clima hostil.

Se eu já havia elogiado Temer pelo que ele já conseguira em 2016, imagine em 2017.

Na votação pelo SIM Temer foi brilhante.

Ele não negociou com os Deputados pela sua continuidade, como faria Lula e como fez FHC na questão da PEC da Reeleição.

Temer negociou as três próximas reformas.

Brilhante!

Isso ficou claro pelas justificativas de quase a metade dos deputados que votaram pela volta da estabilidade econômica, e não pelo Temer.

Ao negociar pelas próximas três grandes reformas, Temer nem precisou pedir votos pelo SIM.

Bastava dizer, “e tem mais uma coisa”, “eu tenho que estar aqui para cumprir esse nosso acordo”.

Eu só desejaria mais uma Reforma.

O fim da reeleição para Presidente, Governador e Prefeito.

Assim procuraríamos candidatos eficientes, que saibam implantar em quatro anos o que esses Sociólogos, Filósofos, e etcs… só conseguem implantar em oito.

Mais uma vez, parabéns Temer.

 

(Lido por 778 pessoas até agora)

UA-1184690-14