Uma Alternativa ao Keynesianismo

  O objetivo do Keynesianismo é maximizar o emprego, mantendo o número de desempregados ao mínimo para maximizar as chances de reeleição. Por isto, keynesianos são mais populares entre políticos populistas e demagogos do que economistas desenvolvimentistas, que pensam em crescimento de longo prazo. “No longo prazo estaremos todos mortos“, [Continua….]

A Crise Keynesiana

A causa principal e o motor desta crise não foram a ganância e a super alavancagem dos bancos, mas sim uma política econômica de inspiração neokeynesiana, um estímulo governamental e fiscal que permite a todo americano deduzir da renda tributável os juros da compra da casa própria, da casa de [Continua….]

Nem Capitalismo, Nem Socialismo

Os festejos sobre a queda do Muro de Berlim cessaram com a Queda de Wall Street em 2008. Muitos, como Krugman, acham que regulamentos mais fortes do Estado, Keynesianismo e acadêmicos no comando poderão domar este Capitalismo fracassado. A Crise da Europa de 2010, causada por dívidas públicas e não [Continua….]

Entenda Este “Espírito Animal”

Empresários não correm atrás de “lucro”. Colocando uma cenoura na frente, leia-se incentivos fiscais, eles não andam como bobos querendo comê-la. Empresários querem é mais mulheres, e isto como todos sabem se consegue com “poder”, não lucro. Lucro ajuda obviamente, mas a discussão é bem mais complexa do que isto. [Continua….]

Culpem Keynes, Não a Ganância

Uma famosa revista semanal publica com destaque uma longa entrevista com Robert Shiller, prof. de Yale, onde ele atribui a crise aos espíritos animais de administradores, empresários e consumidores. “Na visão de John Maynard Keynes os ciclos de euforia só podem ser entendidos levando em conta as emoções e os [Continua….]

UA-1184690-14