Somente 2% Respeitam Seus Professores

Pesquisa confirma minha tese de que o futuro no Brasil é o ensino a distância, pelo menos nas Ciências Humanas que não usam cadáveres nem equipamentos mecânicos.

Eu fiz um curso a distância de Introdução a Economia ministrado pela Universidade de Londres, aos 20 anos de idade, que foi espetacular.

Um ex professor aposentado corrigia minhas provas semanais feitas aqui no Brasil. Ele tirava minhas dúvidas, enviava minhas notas anexando um exemplo de resposta nota 10.

As perguntas eram sempre complicadas, tipo “critiquem a seguinte proposta do Ministro da Fazenda”.

Depois de seis meses de Estudo fiz a prova final de Economia da Universidade de Londres, aqui na Escola Britânica Saint Paul, e passei em Economia e Matemática, bombei em Direito Constitucional Inglês. Desisti do curso, mas valeu o que fiz.

Hoje Ensino a Distância seria até muito melhor, eu poderia assistir a distância N professores dando a mesma aula.

Ano passado fiz um curso de Física Quântica, e para minha surpresa o Prof. do MIT era o mais confuso, e achei um Prof. de Física de uma High School bem mais eficiente, e foi com quem fiquei.

(Lido por 534 pessoas até agora)

3 Comments on Somente 2% Respeitam Seus Professores

  1. Mas não generalize, professor! Algumas áreas como a saúde, por exemplo, não podem ser por EAD.

  2. Stephen, não és o primeiro a ter problemas com professores de Quântica no MIT, tive um colega no INPE que falava a mesma coisa, pois o professor tinha um método só dele para entender Física Quântica. O melhor professor que tive, Sebastião, dava aula na Puc-Rio e no CBPF.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14