Saiba Sempre o Intervalo Entre a Ação e Reação

 

Você pede desculpas ao seu marido, mas ele continua brigando.

Você traz flores para sua esposa, só que ela não o perdoa no ato.

Infelizmente, ação e reação instantâneas só acontecem na física.

Na Psicologia, nas Finanças e na Economia sempre existe um intervalo demorado entre ação e reação.

Não saber avaliar corretamente o intervalo de reação de sua esposa, de seu chefe ou de uma política econômica tem sido a principal causa dos conflitos entre seres humanos.

Não saber ao certo esse intervalo causa enormes problemas.

Primeiro, nunca se consegue avaliar se:

1) suas políticas fracassaram, ou se

2) erraram nas estimativas do intervalo de reação, ou se

3) erraram na dose da ação interventora.

Quando uma política econômica ou social não dá os resultados esperados, os que a implantaram invariavelmente se defendem pedindo mais tempo.

É sempre assim, nunca aceitam que erraram na política.

Aí temos o famoso “mais do mesmo”.

Ou aumentam a dose em vez de abandonar a ideia por inteiro, elevando, por exemplo, ainda mais os juros, dando maiores subsídios, aumentando ainda mais os gastos públicos, e assim por diante.

Foi dessa forma que nossos juros foram subindo, subindo, subindo, em vez de se mudar a política econômica.

Só quando a política está prestes a arruinar o país é que se muda a equipe e sua nefasta política.

Mas muitas vezes se faz o movimento diametralmente oposto, que também não é necessariamente a solução correta.

Essas duas políticas, “mais da mesma coisa” e “guinada de 180 graus”, resumem praticamente 95% das políticas econômicas implantadas neste país nos últimos 35 anos.

Agora imagine, em vez de lidar com uma única variável e seu intervalo de reação, como crescimento e juros, temos que lidar com cinco ou mais variáveis ao mesmo tempo.

Quem já tomou banho de chuveiro em casa antiga sabe como é difícil ajustar a temperatura quando é grande o intervalo de reação entre abrir a torneira de água quente e ter um fluxo de água na temperatura desejada.

Requer paciência, num vai e vem sutil, requer disciplina.

Imagine agora acertar a temperatura com cinco torneiras e cinco intervalos de reação diferentes e desconhecidos.

Isto é o que nós administradores fazemos todo dia.

Tentamos calibrar a dose e observar os efeitos antes de agir novamente.

As doses são homeopáticas e impera a paciência.

Agora imagine tentar controlar as dezenas de variáveis necessárias para desenvolver um país.

“Vamos usar todas as medidas que forem necessárias”.

Se com uma única variável já é complicado, imagine com 10 medidas macro prudenciais.

Se você almeja uma vida tranquila, aprenda a avaliar corretamente o intervalo de reação de sua esposa, filhos, chefes e subordinados para não cometer os mesmos erros: erros na dosagem da medida, erros na avaliação do intervalo de reação, erros na falta de paciência.

 

(Lido por 125 pessoas até agora)

UA-1184690-14