Loteamento de Cargos no Executivo

Fim do Loteamento de Cargos no Executivo. 

Quando reclamamos que um governo não fez isto e não fez aquilo, esquecemos que nossa democracia é tênue, porque temos mais de 50 partidos políticos e o partido na qual votamos não tem maioria para “fazer um bom governo”.

O erro administrativo que cometemos é esquecer que a falta de “maioria” é no Legislativo, e não no Executivo.

Lotear cargos no Executivo para cooptar o Legislativo é um tiro no pé, uma prática ANTI-administrativa e anti-democrática. A função do Executivo é “executar e administrar” as leis que já existem. E, não de arrumar um jeito para que leis novas possam ser criadas com o apoio da oposição. 

O Executivo deve ser executado por executivos profissionais, com larga experiência em administração e execução. TODOS escolhidos pelo partido eleito e todos responsáveis pelos seus fracassos.

Elaborar leis não é função do Executivo.

Imaginem uma Empresa onde o diretor financeiro obedece a um partido e o diretor de compras obedece ou é indicado por outro.

Se o Legislativo, sem cargos no executivo, fizer chantagem e não aprovar nenhuma lei, problema do Legislativo que será julgado por isso.

Nós temos leis suficientes para o Executivo executar, e a maioria ainda “não pegaram” nem foram regulamentadas.

(Lido por 107 pessoas até agora)

3 Comments on Loteamento de Cargos no Executivo

  1. Ou seja, o conceito de administração pública está totalmente errado. O Executivo interfere no Legislativo, e vice-versa. Sem falar também no Judiciário que entra nesse mesmo joguinho político.
    O PBE deveria ser mesmo criado, mesmo que seja um partido pequeno que apenas eleja alguns vereadores e, principalmente, prefeitos, para uma prova de conceito de que uma administração pública bem eficiente pode resolver inúmeros problemas no Brasil.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14