Por Que Gestores Lutam Tanto Pelo Poder?

 

A grande luta de classes no Brasil e no Mundo é a luta sendo atualmente travada entre gestores de um lado e administradores do outro.

Gestores acreditam em comandar, dirigir, em mandar, em obediência e controle.

Eles lutam desesperadamente pelo poder, porque temem que se não estiverem mandando, a oposição estará e dando ordens contrárias.

Para um gestor seria a volta à estaca zero.

Por isto gestores quando estão no poder, sua primeira prioridade não é implantar coisas novas, mas se manter no poder por 30 anos, que é o projeto atual do PT, e era do Sergio Motta até falecer.

É a prioridade de todo empresário familiar, do Abilio Diniz, e era do Eike Batista.

É este objetivo mor dos gestores em geral que emperra o Brasil.

A teoria da Administração tem uma visão diferente.

Não temos medo de “perder” o poder, porque implantamos sistemas que funcionam.

E se funcionam, continuarão muito tempo depois de “largarmos o poder”.

Ninguém desmonta um sistema que funciona.

E sistemas que funcionam não precisam de empregados que nos obedeçam, somente de funcionários que saibam a sua função.

Por isto países que valorizam a teoria da administração são democráticos.

Países que valorizam a teoria da gestão tendem lentamente a uma ditadura, como ocorreu na União Soviética, Cuba e Venezuela.

Somos mais democráticos porque nossas soluções demoram mais tempo, requerem a ajuda de todas as demais profissões, ouvimos todos.

Quem não faz parte da solução continuará a ser parte do problema.

Quando perdemos uma eleição para a oposição não entramos em desespero, porque sabemos que a oposição não vai desfazer tudo o que implantamos.

Ficamos tranquilos sabendo que em muitas coisas eles não vão mexer, porque não são bobos.

Por isto administradores não são ávidos pelo poder como os gestores.

Não manipulamos índices de inflação nem de déficits, não forjamos crescimento do PIB com subsídios, nem lutamos para controlar a imprensa só para sermos reeleitos.

Mas gestores entram em pânico.

Acham que vamos desfazer tudo o que eles fizeram, como se decisões mal tomadas pudessem ser desfeitas.

Portanto, preparem-se para uma luta pelo poder.

De um lado os Gestores de sempre que querem a ditadura do poder; e de outro o povo brasileiro que quer um país bem administrado por administradores que criem sistemas que funcionem sozinhos, sem gestores e ditadores.

 

(Lido por 388 pessoas até agora)

2 Comments on Por Que Gestores Lutam Tanto Pelo Poder?

  1. Apenas algumas observações:

    1- O administrador, sim, é diferenciado do gestor pelo fato de tentar ser imparcial e criar sistemas estruturantes que resolvam os problemas de forma perene. Entretanto, este profissional, como qualquer outro, é atravessado por questões políticas e econômicas devido às suas origens e situação na vida como qualquer outra pessoa (sem falar da influência da própria gestão). Tais fatores não permitirão total isenção. Mas a busca pela imparcialidade por meio da escuta dos demais profissionais, bem como envolvidos e atingidos pelo problema é um grande começo e requisito para se chegar a solução ideal.

    2- Os sistemas estruturantes vão realmente solucionar os problemas e gerarão muito menos dependência de gestores no mundo e facilitarão a autogestão. Entretanto, uma vez implantado, não significará que não necessitará de revisões e alterações, pois o mundo gira e novas necessidades e conceitos surgirão. Novas tecnologias podem vir também para otimizar e baratear o processo. Assim, sempre será preciso colocar estes sistemas em monitoria contínua e reformulá-los quando necessário.

    3- A questão do poder fascina muitas pessoas há bastante tempo, ***independentemente**** do partido político que pertença. Isto está muito ligado a essência humana. Caras como Freud, Focault, entre outros já andaram falando a respeito disso.

    4- Entendi o que queres dizer com a frase “Quem não faz parte da solução continuará a ser parte do problema.”, mas é um pouco preocupante, pois poderá dar margem para preconceito e exclusão social de pessoas ou grupos pelo simples fato de não atuarem na solução, embora atingidas pelo problema.

  2. Acho que o ideal é um balanço. Gestor/Administrador. Organizações são sistemas complexos, dinâmicos. Fiz minha carreira em três empresas centenárias, Novartiz, Merck e Bayer e aprendi que o segredo é ter pessoas certas no lugares certos com equilíbrio entre gestão e administração. Bom! quando você traz o assunto para os países, fica mais complexo ainda. Tem muito de arte nisso, porque tem gente envolvida. Não é ciência exata.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14