Por Que Nossos Presidentes Fazem Nada?

Nossos Presidentes loteiam cargos no Executivo para cooptar o Legislativo: é um tiro no pé, uma prática anti administrativa e antidemocrática.
 

Um deputado do PSDB, reclamou do fraco desempenho do segundo mandato de FHC, ao próprio FHC.

Eis o que FHC respondeu:

FHC: “Paulo, quantos Ministros eu tenho? Quantos Ministros do meu governo foram de fato indicados pelo PSDB, para que eu pudesse fazer meu próprio governo?

Eu indiquei somente o Pedro Malan na Fazenda, Paulo Renato no Ministério da Educação, e José Serra. São muito poucos para eu poder mandar, e como você sabe, eles nem sempre me obedecem, especialmente o Serra.

Eu não mando nem no Executivo, muito menos no Legislativo e Judiciário.

Quando reclamamos que um governo não fez isto e não fez aquilo, esquecemos que nossa democracia é tênue, porque temos mais de 50 partidos políticos e o partido no qual votamos não tem maioria para “fazer um bom governo”.

O erro administrativo que cometemos é esquecer que a falta de “maioria” é no Legislativo, e não no Executivo.

Lotear cargos no Executivo para cooptar o Legislativo é um tiro no pé , uma prática anti administrativa e antidemocrática.

A função do executivo é “executar e administrar” as lei que já existem.

E não arrumar um jeito para que leis novas possam ser criadas com o apoio da oposição.

Lotear cargos entre partidos de oposição é conflito de interesses.

Quem cria uma lei não pode eticamente executá-la.

O executivo deve ser executado por executivos profissionais, com larga experiência em administração e execução. TODOS escolhidos pelo partido eleito, e o partido eleito será responsável pelos seus fracassos e de seus Ministros.

Muitas vezes se critica o governo PT- PSDB etc, ou de outros governos inclusive este, por causa de um Ministro que sequer era do partido.

Isto porque não amadurecemos administrativamente.

Nossos Presidentes acreditam que farão um melhor governo se fizerem composições com membros de outros Partidos, para aprovar mais leis, e estes Ministros obedecem ainda menos.

E elaborar leis não é função do Executivo.

Imaginem uma empresa onde o diretor financeiro obedece a um partido e o diretor de compras obedece ou é indicado por outro. Isto não existe num país que respeita a Ciência da Administração.

Se o Legislativo sem cargos no Executivo fizer chantagem e não aprovar nenhuma lei, problema do Legislativo que será julgado por isto.

Nós temos leis suficientes para o Executivo executar, e a maioria ainda “não pegou” nem foi regulamentada.

Algo Para Se Pensar.

Uma das propostas do Partido Bem Eficiente é mudar este procedimento.

Todos os Ministros serão do Partido Bem Eficiente, com formação e experiência mais do que comprovada em Administração.

Se o Legislativo quiser fazer chantagem, não aprovar o orçamento, não passar nenhuma lei, chamaremos o blefe. 

 

(Lido por 87 pessoas até agora)

UA-1184690-14