Quantos Tiros Constituem Legítima Defesa?

 

A maioria das pessoas acha que basta um tiro e o bandido está morto, ou que morre instantaneamente.

Ou que por cair, o bandido morreu e não posta perigo.

Só nos filmes de Hollywood isso ocorre. Na vida real a morte é lenta, o suficiente para o bandido te matar, apesar de ferido.

Somente um tiro certeiro no crânio paralisa um bandido, e o correto é um policial não parar de atirar para proteger a sua própria vida.

Infelizmente, o art. 25 do Código Penal, reza: “Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele agressão, atual ou iminente”.

Quantos tiros seriam “moderados”?

Nesse caso foram três tiros que muitos já acham demais.

Procurei estatísticas de quantos tiros são necessários para se ter 100% de certeza que o bandido não atirará em você.

Lembrando que 99% de certeza para um policial é morte certa para um policial ao longo do tempo.

Não achei.

Mas um dado aproximado pode ser o que as empresas de armas consideram uma carga: dezenove tiros.

Nesse caso, imoderado teria sido recarregar a arma depois de dezenove tiros e continuar atirando.

O que não ocorreu.

 

(Lido por 1297 pessoas até agora)

3 Comments on Quantos Tiros Constituem Legítima Defesa?

  1. Em um curso de tiro que realizei a informação do policial, que hoje é comandante, as estatísticas mostram que com 01 tiro 90% de chances de vida, com 02 tiros cai para 70% e acima deste pode ocorrer qualquer alternativa.

    Faz tempo que fiz o treinamento, mas, acredito que foram estes os números.

  2. O número certo não existe. Neste caso, os 3 tiros foram o suficiente.

  3. Eu até queria … mas depois desse comentário, direi mais o que? (baseado na Lei)
    Mas um dado aproximado pode ser o que as empresas de armas consideram uma carga: dezenove tiros.

    Nesse caso, imoderado teria sido recarregar a arma depois de dezenove tiros e continuar atirando.

    O que não ocorreu.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14