Entenda Despesas, Receitas e Investimento

 

O governo brasileiro ainda não aprendeu contabilidade, e isto é um dos maiores problemas do país nos últimos 60 anos, pelo menos.

Receitas, é o dinheiro que vem de fora. Pode ser seu salário, juro, dividendos ou uma doação.

Despesas, um Débito, é o dinheiro que sai, infelizmente.

Algumas despesas, um débito, precisam sair para que receitas, um crédito, possam entrar.

Como gastar em propaganda, um débito, para gerar vendas futuras, um crédito.

Por isto, Agências de Propaganda mentem aos seus clientes, dizendo que não estão fazendo uma despesa, um débito, e sim um investimento.

Agora o seu primeiro teste. Investimento é um crédito ou um débito?

Um débito, portanto a mentira não é tão grave assim, e isto veremos depois.

Se as entradas na sua empresa forem maiores do que as saídas, sobrará dinheiro que lhe permitirá fazer um investimento.

Comprar uma casa, comprar mais uma máquina, construir uma estrada.

Se somar as suas saídas com os seus investimentos, você verá que o total dos créditos batem ou são iguais aos débitos.

Uma forma inversa de dizer Receitas – Despesas = Investimentos.

Se você lembra um pouco de Matemática, Receitas= Investimentos + Despesas. Todos os débitos somam exatamente a todos os créditos.

Por isto contador está sempre tranquilo, sabendo que ele fez toda a sua contabilização corretamente.

Quando a soma dos débitos é diferente dos créditos, é que algo está faltando, há um erro a ser descoberto.

A maioria das pessoas são roubadas porque não fazem contabilidade.

O roubo, um débito, deveria ter gerado um crédito em algum lugar, mas obviamente não tem.

Você foi roubado.

Mas se você não fizer uma contabilidade, nunca ficará sabendo.

Por isto, governos que gastam mais do que ganham são pobres, sempre serão.

Agora começa um outro conceito difícil.

Os impostos de uma família, Despesas, viram Receita do governo, e portanto um crédito.

O que é debito para um, pode ser um crédito para outro.

Isto gera enorme confusão.

Os Bancos, que só pensam neles e não no cliente, lhe enviam extratos bancários onde o seu saldo bancário é um crédito.

Quando na realidade, para você é um débito. Confuso para chuchu.

É que a maioria das famílias não faz sua contabilidade, e portanto não percebe o egoísmo bancário.

O saldo bancário, para uma família é sempre um débito, veio do salário que sempre é um crédito.

Para o banco, o seu saldo é uma dívida, que eles terão de pagar um dia, portanto é um crédito.

Surgiu porque você depositou, um débito.

Novamente, se tudo isto é confuso, é porque você não está acostumado a ver as coisas sobre dois ângulos.

 

(Lido por 388 pessoas até agora)

UA-1184690-14