Informação e Barulho

 

Quem não for bem informado num mundo acelerado e de mudanças constantes ficará para trás.

Todos nós precisamos de bons especialistas que nos filtrem o que é importante saber, e o que não é.

Informação deriva de formação.

Informação, para mim, é tudo que tem o potencial de mudar o meu comportamento.

O resto é barulho e perda de tempo.

A maioria dos livros que leio vieram de indicação de bons jornalistas que sigo.

Meus investimentos quase sempre advêm de um futurologista que acompanho.

Boa parte do nosso atraso advém do fato de que os nossos jornalistas estão mais interessados nas suas convicções políticas do que em mostrar como poderá ser o futuro.

Veja essa notícia.

“Imigrantes Norte-Coreanos do Canadá criticam Trump.”

O que isso acrescenta na minha vida?

O que adianta eu mudar meu comportamento em relação ao Trump, em quem jamais iremos votar por sermos brasileiros.

Esse é o desejo dos jornalistas do Estadão, da Folha, etc., por convicções políticas e não por critérios jornalísticos.

Jovens já não leem jornal ou assinam a Veja.

Mas num mundo em rápida mutação precisamos de um jornalismo que preveja o futuro e avalie corretamente o presente.

O que temos hoje é somente barulho e endoutrinamento político e subliminar.

Cuidado!

 

(Lido por 642 pessoas até agora)

3 Comments on Informação e Barulho

  1. Muito bom prof Kanitz! Passei a te seguir por uma assinatura na Veja dos meus pais, e continuo até hoje por afinidade e opção.Estou começando. Concordo que está impossível assistir tv atualmente ou nas leituras não observar a mídia tendenciosa. Contudo, leio jornal para avaliar pensamentos diversos dos meus e para praticar a tolerância com os contrários.
    Mas aqui, ja venho para beber da fonte. Obrigado.
    Se julgar pertinente indique livros ou outras pessoas que valham a pena seguir. Te agradecerei. Assisti “Paper Chase” e fez diferença.

  2. Perfeito!!!
    A mídia é muuuuuuuuito tendenciosa!
    É um privilégio assinar a newsletter do Sr.!!!
    Parabéns!!!

  3. Muito bom. Não leio mais jornais e vejo televisão. Sigo os jornalistas e pessoas que me acrescentam reflexões e conhecimento. O senhor passou aer um deles.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14