Gênesis é Início da Civilização

B. Brueghel Paraíso

Vou propor uma interpretação bíblica alternativa, que poderia conciliar estas duas visões antagônicas e resolver esta questão que divide muitas Igrejas.

A interpretação é a seguinte:

Gênesis descreve o início da Civilização, e não o início do Mundo.

Gênesis descreve o início de uma nova Civilização, um novo mundo, neste caso uma nova maneira de pensar a família, como irei explicar.

No início, não existia a família como ainda não existe no mundo animal.

A vida era relativamente fácil, um paraíso, onde mulheres criavam filhos sozinhas, bastava pegar frutos das árvores e nada mais.

Homens não tinham conhecimento da verdadeira função do sexo, nem que os filhos eram seus.

Muito menos que deveriam cuidar das mulheres com mais carinho e respeito. Cada um ficava no seu canto.

A medida que o mundo se tornou mais populoso, ficou mais difícil sobreviver no “paraíso”, e a única saída para a sobrevivência de todos passou a ser a agricultura, cultivar as terras com suor e trabalho.

Gênesis mostra esta nova realidade, este novo mundo, e não o início do mundo da estaca zero.

 

O Livro Família Em Primeiro Lugar que contém estas 365 Lições pode ser adquirido na Livraria Cultura

(Lido por 52 pessoas até agora)

UA-1184690-14