O Homem Tipo G

O homem tipo G é o polígamo que não desenvolveu o gene da paternidade. Aquele homem que é um pai ausente, distante, mas atraente.

Seu único objetivo é engravidar o maior número de fêmeas possível e deixar a sorte dos filhos ao Deus dará. A sua estratégia é basicamente a de favorecer a quantidade, e não a qualidade.

Com o mesmo tempo gasto criando um filho, o homem G pode engravidar centenas de mulheres. Se 5 destes filhos chegarem à fase adulta, ele estará no lucro.

Como as leitoras já perceberam, o Homem Tipo G apresenta várias características comuns de homens que você de fato conhece, como por exemplo muitos políticos.

 

O Livro Família Em Primeiro Lugar que contém estas 365 Lições pode ser adquirido na Livraria Cultura

(Lido por 475 pessoas até agora)

2 Comments on O Homem Tipo G

  1. Senhor Kanitz, quer dizer que as contas públicas estão à mercê dos tipos G e suas mulheres “encantadas”? Ou serão os tipos P e suas “esforçadamente conscientes” mulheres que, via sistema tributário, estão sendo “explorados”? Se, “em termos espirituais,nenhuma vida é + ou – valiosa que outra”, o que se pode perceber num determinado tempo/espaço é que , tempo/vida/PIB é variável de interêsse para religiões e suas instituições,estados e seus governos,empresas e seus patrões/empregados, famílias e seus membros.
    Se, por conta do “mesmo dinheiro/sexo/poder/significado”fazemos a guerra e/ou a paz…que tal ser ítem de “pauta” nas audiências públicas o tema PLANEJAMENTO FAMILIAR ? Bom dia !

  2. Sr. Kanitz, quer dizer que as contas públicas estão à mercê dos tipos G e suas mulheres “encantadas”? Ou serão os tipos P e suas “esforçadamente conscientes” mulheres que, via sistema tributário, estão sendo “explorados”?
    Li que “em termos espirituais, nenhuma vida é + ou – valiosa que outra”.Entretando…num determinado tempo/espaço…tempo/vida/PIB é o que de real existe para religiões e suas instituições,estados e seus governos,empresas e seus patrões/empregados. E, por conta do “mesmo dinheiro/sexo/poder/significado”fazemos a guerra e/ou a paz ? Será ?…

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14