Existem Dois Tipos de Homens

Os dois tipos de homens ainda presentes na sociedade são basicamente o homem tipo G — G de garanhão — e o homem tipo P — P de paizão.

E vocês já podem adivinhar a razão. O garanhão é aquele que restou da nossa fase poligâmica, e o paizão é o descendente da evolução monogâmica, os primeiros que perceberam a relação entre sexo e procriação.

A proporção entre estes dois tipos de homens é ainda um mistério, mas vocês já podem começar a pesquisar. Falarei sobre isto mais adiante.

O que distingue esses dois tipos de homens são as suas estratégias de procriação e investimento paternal.

Existem dois tipos de estratégias de procriação. A primeira é a “Ame-as e deixe-as”, muito comum no reino animal. O macho faz a sua função, e aí é tchau e benção. No dia do parto ele estará a quilômetros de distância, procurando outra fêmea para engravidar. O outro tipo de estratégia é colocar “todos os ovos numa mesma cesta”, e cuidar bem da cesta. São os animais onde o macho protege a ninhada e a fêmea, pelo menos durante aquele ciclo de reprodução.

Ambas estratégias têm suas vantagens e desvantagens, por isto elas coexistem no mundo atual até hoje.

 

O Livro Família Em Primeiro Lugar que contém estas 365 Lições pode ser adquirido na Livraria Cultura

(Lido por 605 pessoas até agora)

5 Comments on Existem Dois Tipos de Homens

  1. Creio que hoje em dia existe mais um, muito comum, o tipo “F” de Filho, que chega, cumpre a sua função e deita-se junto com os ovos, esperando que a fêmea cuide dos ovos e dele dali em diante… até providenciar uma nova ninhada, para mantê-la sempre presa a ele e sempre ocupada.
    Abçs
    Berenice

  2. Todos os manuais de conquista se baseiam no comportamento do homem tipo G, ou homem alpha, pegador ou como quiser… e se baseia no fato de que é possível, com palavras e comportamento, despertar nas mulheres um desejo, digamos, “instintivo” do qual não é possível fugir. Esses manuais dizer que com prática é possível fazer isso com qualquer mulher numa balada.
    É bom saber saber que tem gente que opta por esse estilo de vida e outras que não.

  3. Ah…a sedução… simplificações x complexidades…o que somos(homens/mulheres)senão ambiguidades/ambivalências biológicas/antropológicas/socias/psicológicas/espirituais e tudo o + que, pensamos, nos fazem humanos?
    Na real, percebo que , para fazer diferença/interesse objetivo… o que funciona + parece ser o nível de comprometimento/responsabilidade/respeito consigo mesmo e com envolvidos nas relações de cada circunstância/contexto…e aí? Como identificar “isto”?
    Sr. Kanitz, bom dia e bom domingo!

  4. Boa tarde,
    Meu nome é Bianca, e trabalho na DGMAX Interactive do Brasil.
    Temos grande interesse em anunciar em seu site. Nós possuímos ofertas relevantes à seu público com alto valor de pagamento de CPA (custo por ação) e gostariamos que você participasse da nossa rede.
    A DGMAX tem 8 anos de experiência em Marketing Online, sede em Nova Iorque e está recrutando websites com tráfego de qualidade para inserirmos propagandas de nossos anunciantes.
    Se houver interesse, ou duvidas favor entrar em contato pelo e-mail: afiliados@dgmaxinteractive.com.br
    Essa é uma otima oportunidade para você lucrar com seu site.
    Obrigada
    Bianca L.
    Equipe Afiliados DGMAX Interactive
    afiliados@dgmaxinteractive.com.br |

  5. Adorei a constatação da diferença…embora, eu acredite existir mais uma categoria: a do ‘homem pânico’… chega, fica, ama, faz filho, não abandona nada disso, mais não se junta. No mundo globalizado não poderíamos juntar tudo?? Adorei o post. abs. Ana

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14