Só Falta 30%, Pessoal

 

Já capturamos 36% da renda do contribuinte brasileiro via impostos, mais 8% de FGTS, um total de 44%.

Somando estes 44% ao controle total que já temos sobre a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa, as Agências Reguladoras, o Banco Central, a Previ, o BNDES, totalizamos 70% da produção que já está em nossas mãos.

Falta pouco para controlarmos o resto do país.

Nós, os 164 Economistas que apoiamos a Dilma, não podemos deixar o Brasil na mão de Economistas como Aécio Neves, Eduardo Gianetti ou Armínio Fraga que querem nos enfraquecer, com um Banco Central Independente do nosso controle.

Não podemos deixar que este país seja comandado pelos dois milhões de brasileiros, os 1% que, segundo nosso colega o economista Thomas Piketty tão bem apontou, são uma terrível ameaça e um perigo para a democracia.

São os dois milhões de engenheiros, os advogados, os contadores, os médicos, os inventores, os criadores, os empreendedores, que agora desesperados estão querendo tomar nosso poder.

Nós não somos um perigo, pelo contrário, somos os 0,0000001% mais inteligentes de longe deste país, se incluirmos o Serra.

Nós temos a obrigação de continuar mandando nestes engenheiros, médicos, advogados, contadores, psicólogos, panacas que são, e dirigir a vida deles segundo nossas políticas econômicas macro prudenciais e keynesianas.

Panacas, que acham que nesta última semana que “acordaram” poderão desmontar nosso Projeto de Poder, que iniciou com o DC 7988 de 1945, que se consolidou com a tomada da Revolução de 1964, com os economistas Eugênio Gudin, Delfim Netto e Roberto Campos no poder, e agora está totalmente sedimentado.

Nesta semana precisamos nos empenhar em eleger nossa companheira a Economista Dilma Rousseff, para tomar os 30% que resta, via a volta da CPMF, a regulamentação do imposto anual do patrimônio privado e do capital social das empresas, e continuar nosso domínio sobre o Ministério de Educação, Previdência, Planejamento, BNDES, Ministério da Fazenda, Secretarias da Fazenda de todos os Estados.

Continuem falsificando dados, recusando Auditoria Independente de nossas atividades, dando todas as entrevistas possíveis aos nossos jornalistas econômicos que há anos controlamos. Só na Veja são 4 Colunistas formados em Economia.

É somente mais uma semana e chegaremos lá.

Do agora 165o. economista do grupo, a serviço dos interesses de mim mesmo.
http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/3635648/164-economistas-criam-manifesto-rebatem-dilma-nao-crise-internacional

 

(Lido por 34 pessoas até agora)

UA-1184690-14