NOMINALISMO — 15 June 2014

Rogoff está falando de juros nominais, não percebe que juro nominal negativo é compatível com juro real positivo

 

 

 

 

 

 

from Facebook
via IFTTT

Estudantes de Economia, eu sei que você odeiam críticas construtivas de outras profissões que não a sua, mas tentem detectar este erro de Kenneth Rogoff em “Costs and Benefits to Phasing Out Paper Currency.”

“the existence of paper currency makes it difficult for central banks to take interest rates below zero, a limitation that seems to have become increasingly relevant during this century”

Rogoff está falando de juros nominais, não percebe que juro nominal negativo é compatível com juro real positivo.

Mais uma vez foi o nominalismo que causou a Crise de 1929, pela incapacidade de se estabelecer juros reais, que subiram em 1930 e 1931 para 11%, devido a deflação que seguiu.

Não tem nada a ver com moeda, e sim com o uso da ciência econômica de coordenadas nominais e não de coordenadas reais, algo que tenho alertado vocês há 30 anos.

Quando vocês usam preços a prazo nos índices de inflação, valores nominais, em vez do valor presente destes preços a prazo, valores reais, vocês superestimam a inflação.

Quando vocês taxam juros nominais em 20%, e não juros reais, vocês elevam o imposto para 40% ou 60%, o que eleva o custo da dívida do governo.

Em vez de sempre me atacarem Ad Hominem, como todo leitor do FB já percebeu, sejam mais humildes, e admitam que sua ciência está usando coordenadas erradas, e levando a sua ciência para o brejo.

Eu não tenho nenhum problema de aprender de outras profissões e ciências, aliás foi graças à Contabilidade que descobri estes erros que vocês ainda fazem.

Pena que vocês não tenham a humildade de estudar Economia Real e Nominalismo, curso que está neste blog.

Share

About Author

Stephen Kanitz

(0) Readers Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>